top of page

A Pior Pessoa do Mundo é um EP que coloca Arturo e a Cidade Devastada como banda promissora

Uma banda do Piauí para se ficar de olho.

Foto: Instagram da banda


Muitos são os movimentos que resgatam a arte e a cultura de nosso povo, que muitas vezes chegam por meio de coletivos, de pessoas com ideias em comum. Isso acaba refletindo bastante no mundo da Música, muitas vezes revelando interessantes novidades que chegam sobretudo da região Nordeste. Citando 3 rápidos exemplos, poderíamos destacar os grupos Ultrópico Solar (Piauí), Equilibristas de um Mundo Torto (Rio Grande do Norte) e Bule (Pernambuco).


É do Piauí que chega Arturo e a Cidade Devastada, banda praticamente novata, mas que promete com o primeiro EP que acaba de sair do forno, intitulado "A Pior Pessoa do Mundo". Tendo como líder o vocalista e letrista Ithalo Furtado, a banda de apoio se completa com Gabriel Cr3spo (Guitarra, Voz e Arranjos), Clara Lily (voz), Bruno Lopes (baixo), Andressa Mesquita (bateria) e Erico Ferry (sintetizador, teclado e voz).



O mais interessante do grupo piauiense é abraçar variados gêneros e influências. A música Clássica se faz presente logo com a abertura orquestrada de ‘#Appdm’. O Pop-Rock enérgico que irrompe em ‘Cartomante (A Triste Jornada do Louco)’ é uma faixa que deixa os instrumentos crescerem gradualmente, trazendo um refrão bem contagiante e nervoso.


Assumindo quase uma postura de música carnavalesca, ‘A Multidão, O Bloco e o Anormal’ traz também uma letra que reúne ironia, descontração e deboche, mesmo em torno de temas corriqueiros como relações amorosas e costumes da sociedade. Ithalo canta: ‘Sei que nunca usei a roupa certa para esse show/sei que sempre fui fora da lei ou coisa assim/nunca me portei como um sujeito de vinte e tal/na multidão do bloco eu sempre fui o anormal’.

Os vocais de Clara combinam com um ótimo dedilhado de cordas e trafegam bem pelo lirismo intimista que reúne MPB e Folk de ‘Vem’. ‘A Pior Pessoa do Mundo’ começa depressiva, mas depois abre espaço para a guitarra e para união de voz masculina e feminina que conseguem trazer mais vivacidade e euforia à canção.



Novamente é a letra que merece destaque na faixa ‘Valequemtem’. Com uma composição que relembra uma cena boêmia e através de um instrumental bem marcante, Ithalo narra o cotidiano citadino de Teresina: ‘Casas em silêncio, centro abandonado, a zona leste em decadência moral/e nas entranhas desse condomínio, você se sente tão seguro/mas amanhã vai sair no jornal, a cidade é tão vermelha meu bem!’.



Iniciando sua trajetória com um EP de 6 faixas e somando pouco menos de 20 minutos, Arturo e a Cidade Devastada mostra que é uma banda para se ficar de olho e que representa um país que não ficou parado em sua musicalidade.

 

A Pior Pessoa do Mundo

Arturo e a Cidade Devastada


Ano: 2023

Gênero: Indie Rock, Pop-Rock

Ouça: "A Pior Pessoa do Mundo", ‘Vem’, ‘Valequemtem’

Humor: Melancólico, Inspirador, Agridoce

Pra quem curte: Bule, Ultrópico Solar


 

NOTA DO CRÍTICO: 7,5

 

Veja o vídeo de ‘A Pior Pessoa do Mundo’:





97 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page