top of page

Ziggy Marley escreve carta emocionante em homenagem ao Pai, Bob Marley

O filho mais velho do ícone do reggae, compartilhou suas memórias e reflexões sobre o pai em uma carta emotiva publicada pela revista People.




No dia em que Bob Marley completaria 79 anos, 6 de fevereiro de 2024, seu legado continua a inspirar gerações. Ziggy Marley, o filho mais velho do ícone do reggae, compartilhou suas memórias e reflexões sobre o pai em uma carta emotiva publicada pela revista People.


Nela, Ziggy relembra a figura de Bob não apenas como um músico extraordinário, mas como uma presença lúdica, espiritual e disciplinada que ainda influencia profundamente sua família.



Ziggy Marley, aos 55 anos, juntamente com sua mãe, Rita, e sua irmã, Cedella, está à frente da produção da cinebiografia "Bob Marley: One Love". O filme tem como protagonista o ator britânico Kingsley Ben-Adir e promete revelar facetas pouco conhecidas de Marley ao grande público. Ziggy expressa entusiasmo com o projeto, antecipando que os espectadores terão a oportunidade de se conectar com diversos aspectos da vida de seu pai, muitos dos quais até então desconhecidos.


A carta enfatiza a abordagem séria de Marley em relação à música, uma paixão que transcendeu o entretenimento para se tornar um veículo de transformação social e espiritual. Ziggy destaca essa seriedade como uma das muitas lições aprendidas com o pai, cujo impacto na música e na cultura global permanece indelével.


Confira a tradução da carta abaixo:


“Como está por aí? Faz tempo que não nos vemos.

Eu sinto falta de tudo (sobre você), mas, principalmente, da sua presença. Eu ouço você. Suas músicas estão sempre tocando, quando vou para a casa da mãe, tem música tocando. Bob está tocando. A música está sempre por perto.

Você era tão jovem, mas fez mais do que eu jamais poderia fazer. E o filme é mais uma forma de você entregar mais. Kingsley (Ben-Adir) traz à tona um forte lado emocional seu que as pessoas normalmente não veem. Há momentos em que pensamos: 'Sim, é exatamente o papai'. Você iria rir, mas uma daquelas risadas orgulhosas.

Admirei sua disciplina. Eu herdei isso de você e a seriedade com a qual você levava a música, a arte. Foi realmente inspirador.

Somos pessoas espirituais – tudo o que fazemos é parte do todo. É como se fôssemos parte de você e você fosse parte de nós. Somos um. Falamos com nosso amor e não são com palavras. Não precisamos falar muito – podemos apenas sentir.

Meu sorriso está homenageando você. Eu rio, e parece a sua risada. Pedaços seus fazem parte de mim. Você adoraria ser avô. Eu vejo um pouco de você [nos meus filhos] de vez em quando. É lindo de ver. É alegre. Os netos ganham um pedaço seu através de nós. Tudo o que fazemos está conectado a você."



A cinebiografia "Bob Marley: One Love" é aguardada com grande expectativa, prometendo oferecer um olhar íntimo sobre a vida e o legado de um dos músicos mais influentes do século XX.



57 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page