Taylor Hawkins: saiu o relatório toxicológico inicial sobre a causa da morte do baterista


Taylor Hawkins do Foo Fighters. Crédito: Medios y Media/Getty Images

Saiu os primeiros resultados do exame toxicológico sobre a causa da morte do baterista Foo Fighters, Taylor Hawkins, pelas autoridades de saúde em Bogotá, Colômbia.


Logo após a morte de Taylor (25 de março) o gabinete do procurador-geral da Colômbia e o Instituto Nacional de Medicina Legal revelaram que um teste toxicológico preliminar descobriu que várias drogas, incluindo opiáceos, antidepressivos e maconha, foram encontradas no sangue de Hawkins no momento de sua morte.


Confira um dos últimos momentos de Taylor Hawkins no Foo Fighters


Em um comunicado divulgado as autoridades relatam também que o serviço de emergência foi chamado pelo hotel em que Hawkins estava hospedado, pois, havia uma pessoa sentindo fortes dores no peito. Quando chegaram, tentaram ressuscitar o baterista, mas não tiveram sucesso e ele foi declarado morto no local.


Abaixo você pode ver os relatórios e declarações:



O Foo Fighters confirmou a morte de Hawkins no início da noite de sexta-feira, com uma declaração dizendo: “A família Foo Fighters está devastada pela perda trágica e prematura de Taylor Hawkins. Seu espírito musical e risada contagiante viverão com todos nós para sempre. Nossos corações estão com sua esposa, filhos e família, e pedimos que sua privacidade seja tratada com o maior respeito neste momento inimaginavelmente difícil”.

 

30 visualizações0 comentário