'The Batman': como Darth Vader e Travis Bickle inspiraram o traje de Robert Pattinson


Não é mais novidade que Robert Pattinson se apresentou muito mais sombrio no novo longa do cavaleiro das trevas dirigido por Matt Reeves, o combatente do crime contém uma emotividade de forasteiro que permite ao espectador ler sua atuação como o vigilante fantasiado tão facilmente quanto sua atuação como o rico recluso Bruce Wayne. Mas isso não seria possível sem o trabalho de David Crossman e Glyn Dillon, os figurinistas por trás do novo Batsuit.


Os figurinistas atribuíram novas tecnologias que antes estavam indisponíveis para os designers anteriores do Batman que permitem que os figurinos sejam feitos com performances diferenciadas em mente, dando a Pattinson uma maior amplitude de movimento e expressão. “Estávamos muito, muito conscientes desde o início de como tudo isso precisava ser flexível”, diz Crossman.

Uma maneira pela qual sua visão do traje icônico se diferencia de outras encarnações cinematográficas é que eles dão ao capuz do Cavaleiro das Trevas uma expressão “neutra”.

 

Sam Raimi revela que adoraria produzir um filme do Batman


The Batman (2022) crítica

 

“Nas iterações anteriores do capuz superior, é mais como um rosto de um demônio e ele tem um nariz pontudo e uma carranca embutida”, diz Dillon. “Sabendo que com esse roteiro, haveria muito [Batman] conversando e fazendo trabalho de detetive, parecia que isso poderia ter sido um pouco exagerado e parecia que precisava de algo que fosse um pouco mais calmo."


Reinventar um dos trajes de super-heróis mais conhecidos que já foi visto na tela grande não é uma tarefa fácil, mas os espectadores podem se surpreender ao saber que o diretor Matt Reeves olhou para outros ícones famosos do cinema com um senso de justiça desequilibrado para pelo menos um dos gadgets de seu Batman. “Quando Matt veio até nós, ele queria que o lançador de arpões estivesse de alguma forma dentro do vambrace”, diz Dillon. “Ele estava sempre falando sobre o filme de Robert De Niro 'Taxi Driver'.


Nesse filme dirigido por Martin Scorsese, o personagem de De Niro, Travis Bickle, constrói uma engenhoca que esconde uma arma de fogo na manga, permitindo que ele a deslize para fora e dispare a arma. Em “The Batman”, o vigilante mascarado de Pattinson usa um dispositivo similar para guardar sua arma de luta. O gadget é usado de forma memorável no filme para escapar do departamento de polícia de Gotham e despachar inimigos em uma de suas cenas de lutas brutais.


Quando se trata de iluminar seu Batsuit, os designers refletem sobre seu trabalho anterior com o diretor de fotografia de “The Batman” Greig Fraser em 'Rogue One'. “Quando estávamos fazendo Darth Vader, novamente, ele era um personagem totalmente negro. Mas quando você realmente vê o capacete na vida real, percebe que grandes pedaços dele são pintados de prata escuro”, diz Dillon.


Outro dos gadgets de assinatura de Batman que os artistas usam é o batarang, que funciona mais como uma faca que fica no peito de Batman na forma de sua insígnia. O símbolo do morcego “não era apenas um recorte de couro em forma de morcego preso no peito”, diz Dillon. “Tinha um propósito adequado.”


Esse compromisso com o realismo era um de seus princípios orientadores. “Definitivamente, estávamos indo para a sensação de que tudo era utilitário.”

 

Acompanhe a gente também nas redes sociais, Teoria Cultural para mais informações sobre o mundo da cultura pop.

 

50 visualizações0 comentário