top of page

Milly Alcock e Emily Carey provocam segredos e mentiras revelados em House Of The Dragon

Atualizado: 19 de set. de 2022

Elas também explicaram por que as sequências de dragões foram tão complicadas para filmar

CRÉDITO: HBO/Sky

As estrelas de House Of The Dragon, Milly Alcock e Emily Carey provocaram o que esperar em futuros episódios da nova série prequela de Game Of Thrones, descrevendo uma “teia de mentiras” em desenvolvimento.



A Casa do Dragão é inspirada e adaptada do romance Fire & Blood, de George RR Martin, portanto, o spin-off da HBO é ambientado 200 anos antes dos eventos de Game Of Thrones. A série segue uma guerra de sucessão entre a Casa Targaryen, conhecida como a 'Dança dos Dragões'.


Alcock e Carey interpretam versões mais jovens de suas personagens, Rhaenyra Targaryen e Alicent Hightower, respectivamente, que serão substituídas por Emma D'Arcy e Olivia Cooke enquanto a série contínua avançando no tempo.


Em uma entrevista recente para o portal da NME, Carey provocou que a série irá progredir durante o que resta de seu tempo no papel. “Existe toda uma teia muito bem articulada de mentiras que surgem ao longo da série no tempo em que interpretamos os personagens”, disse Carey.

Milly Alcock como Rhaenyra mais jovem ao lado da atriz Emily Carey no papel de Alicent Hightower

“No entanto, em algum instante da trama, eles vão começar a se desintegrar, e a teia começa a se desenrolar e há uma enorme… Estou tentando não estragar nada, é muito difícil. Há muitas descobertas, muitas confissões e muitas coisas se desenrolando — segredos e mentiras, muito Game Of Thrones-y. Mas há muitas cenas relacionadas a essa história que foram muito difíceis emocionalmente e me levaram a lugares que eu não sabia que existia como atriz.”



As cenas mais desafiadoras e complicadas para Alcock envolveram as sequências de grande orçamento da série com os dragões, que ela descreve como “um dos seus momentos não tão favoritos no set”.


“Os dragões”, respondeu Alcock quando questionada sobre a cena mais difícil de gravar. “Cara, eu simplesmente não sabia o que fazer com meu rosto. Para ser completamente honesta com você, você está sozinha no estúdio por três dias. Não foi o meu momento favorito no set. Você está meio que nessa máquina e eu fiquei tipo, 'Eu não sei o que fazer com meu rosto'. E se eu abrir a boca o vento entra, então você tem os sopradores de folhas.

“Isso foi muito difícil e desafiador para mim porque eu simplesmente não sabia o que diabos eu estava fazendo.”


Quanto a sua personagem seguir em frente, Alcock indicou que pode existir alguma desobediência de Rhaenyra contra seu pai, o rei Viserys (Paddy Considine).


“Acredito que qualquer adolescente pode dizer com segurança que seu respeito e lealdade vacilam um pouco em sua juventude, então vamos deixar por isso mesmo”, disse Alcock.

 


67 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page