top of page

Madness explica como David Bowie tentou “copiar” a faixa ‘My Girl’

A banda discutiu anteriormente a situação em seu livro de memórias de 2019.

Madness e David Bowie.
Crédito: Michael Putland e Lester Cohen via Getty


Madness detalhou como David Bowie tentou "copiar" sua música 'My Girl' na criação de sua faixa 'Ashes to Ashes'.


Na noite passada (22 de novembro), a banda, formada por Chris Foreman, Mike Barson, Lee Thompson, Graham “Suggs” McPherson, Dan Woodgate e Mark Bedford, participou de uma sessão de perguntas e respostas ao vivo no Pryzm em Kingston com o jornalista Stevie Chick.


Durante o evento, eles compartilharam insights sobre o período em que Bowie tentou emular a faixa 'My Girl' da década de 1980.



“David Bowie nos contou que tentou copiar nossa música 'My Girl', mas não conseguiu encontrar o baterista certo para fazer isso”, disse Woodgate (baterista do Madness). “Ele deveria ter apenas me perguntado. Se você ouvir as duas músicas, elas soam iguais.”



Esta não marca a primeira ocasião em que o baterista aborda a situação envolvendo Bowie. Em seu livro de memórias lançado em 2019, intitulado "Before We Was We", a banda explorou sua resposta ao descobrir que Bowie tinha se inspirado em seu single.


“Clive Langer e Alan Winstanley produziram 'Absolute Beginners' para David Bowie, e Clive me contou uma história que Bowie lhe contou sobre 'Ashes to Ashes', que saiu apenas alguns meses depois de 'My Girl'”, escreveu o baterista Dan 'Woody' Woodgate, em trecho obtido pela Metro.


“Bowie disse que estava procurando um baterista para fazer as batidas de 'My Girl' em 'Ashes to Ashes' e não conseguiu encontrar um que tivesse o mesmo sentimento que eu. Ele disse: 'Há algo na sensação que é realmente ótimo, e nenhum dos bateristas americanos poderia fazer isso'. Clive me disse: ‘Woody, você percebe que se você colocar ‘Ashes to Ashes’ contra ‘My Girl’, é exatamente a mesma coisa?”




Woodgate prosseguiu: "De qualquer forma, isso elevou meu ego e me irritou ao mesmo tempo. Eu pensei: 'David Bowie poderia ter me chamado!'"


O tecladista do Madness, Mike Barson, complementou: "Bem, não quero revelar a vocês o que me inspirei em Bowie! Quer dizer, acredito que todos acabam se inspirando um pouco.


“Mas, em um milhão de anos, você não associaria a influência de 'My Girl' em 'Ashes to Ashes'. Então, trabalho bem feito, eu diria.”

17 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page