top of page

Leilão histórico: coleção de guitarras de Mark Knopfler arrecada mais de £8 milhões por causas beneficentes

Entre as preciosidades oferecidas, destacam-se mais de 120 guitarras e amplificadores, incluindo a icônica Gibson Les Paul de 1983.

Mark Knopfler do Dire Straits se apresenta no palco em Birmingham, 1991. Ele está tocando uma guitarra Schecter.
(Foto de Phil Dent/Redferns)


Em um evento memorável para os aficionados por música e filantropia, a coleção de guitarras e amplificadores de Mark Knopfler, lendário guitarrista do Dire Straits, foi vendida por mais de £8 milhões, ultrapassando todas as expectativas iniciais. A venda aconteceu na renomada casa de leilões Christie's, em Londres, na quarta-feira, 31 de janeiro, atraindo a atenção de licitantes e colecionadores de 61 países diferentes. O valor arrecadado, que inclui o prêmio do comprador, chegou a um impressionante total de £8.840.160.


Entre as preciosidades oferecidas, destacam-se mais de 120 guitarras e amplificadores, incluindo a icônica Gibson Les Paul de 1983, utilizada por Knopfler nas gravações de "Money For Nothing" e "Brothers In Arms". Essa mesma guitarra marcou presença no histórico concerto Live Aid em 1985. Além disso, um modelo Vintage Gibson Les Paul Standard de 1959, parte da coleção do músico, estabeleceu um novo recorde de venda para o modelo, ao ser arrematado por £693.000, tornando-se o destaque do leilão.



O leilão não foi apenas uma celebração do legado musical de Knopfler, mas também um ato de generosidade, com 25% dos rendimentos destinados a várias instituições de caridade. Entre os beneficiados estão a Cruz Vermelha, a organização de defesa da vida selvagem Tusk, e a entidade sem fins lucrativos voltada para crianças, Brave Hearts of the North East.


Outros instrumentos notáveis vendidos incluem um Pensa-Suhr MK-1 de 1988, tocado por Knopfler no concerto de homenagem ao 70º aniversário de Nelson Mandela, e uma Red Schecter Telecaster adquirida em 1984, usada na gravação do sucesso 'Walk Of Life'.




Formado em 1977 por Mark Knopfler, seu irmão David Knopfler, o baterista Pick Withers e o baixista John Illsley, o Dire Straits emergiu no cenário musical lançando uma série de álbuns aclamados. Sua obra de estreia, lançada em 1978, trouxe ao mundo o hit 'Sultans of Swing', consolidando sua posição no rock clássico. O álbum 'Brothers In Arms', de 1985, alcançou um sucesso estrondoso, tornando-se o oitavo disco mais vendido no Reino Unido até hoje. Ao longo de sua carreira, a banda alcançou a impressionante marca de mais de 100 milhões de álbuns vendidos globalmente, culminando com sua indução ao Hall da Fama do Rock and Roll em 2018.


Após uma pausa em 1988, o grupo se reagrupou para lançar 'On Every Street' em 1991, adicionando mais um álbum de sucesso à sua discografia. No entanto, em 1995, após a produção de seis álbuns de estúdio, o Dire Straits encerrou suas atividades de forma definitiva, deixando um legado inegável na história da música.



35 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page