top of page

'Late Developers', do Belle & Sebastian, acena para o futuro com um certo simbolismo do passado

Canções agridoces, suaves e melodias cantaroláveis fazem do 11º álbum da banda um lar aconchegante.



Ouvir Belle & Sebastian é mergulhar em canções agridoces, melodias serenas e suaves daquelas que chegam a ser possível escutar o dedilhar dos dedos no violão. Para uma banda que surgiu em meados dos anos 90, de maneira improvisada por músicos de Glasgow, essa sonoridade melódica construída através de letras poéticas e inteligentes, figurando personagens icônicos que se entrelaçam com a vida real, foi o estopim para a Belle moldar o som do indie pop da época e conquistar os corações aficionados por música.

Em 1996, chegou o aconchegante e bonito ‘Tirgermilk’, que já te pegava logo com a primeira faixa “The States I Am In”, em seguida surgiu ‘If You’re Feeling Sinister’, e a turma do Belle & Sebastian estavam prontos para incendiar festivais e voar nas alturas da fama mainstream. ‘The Boy With the Arab Strap’ (1998), foi aquele disco que desceu redondo, bate da primeira à última faixa e quando chega ao final, você quer dar o play novamente. A banda, como qualquer outra, também desfilou pelos vales dos altos e baixos, sumiu por uns tempos e voltou no ano passado com ‘A Bit of Previous’, um disco que dividiu opiniões, agradou esse que vos escreve, mas deixa a sensação de quero mais, de que a banda pode apresentar muito mais. E você clama, por aquele som dos anos 90, algumas fagulhas estavam por ali espalhadas nas canções do disco, teve até faixa emulando U2 (“If They’re Shooting At You”).



De uma banda como Belle & Sebastian, pode se esperar de tudo. De surpresa, Stuart Murdoch e sua turma, lançaram ‘Late Davelopers’ (2023), um disco que, de primeiras impressões, parece revisitar o legado da banda de álbuns já mencionados aqui neste texto. Não é aquele disco que te pega logo de início, entretanto, conforme você vai dando chances ao álbum, a nostalgia e magia de canções como “When we Were Very Young” vai espalhando o sabor do disco, e logo, logo você começa a se entregar a proposta da obra.


São canções que navegam alegremente pelas atmosferas dos estilos emanados pelo disco e trazem de volta o frescor que queremos de um álbum do Belle & Sebastian. A alma ensolarada do processo criativo da banda está de volta, acena para o futuro dando umas pinceladas no passado. Era isso que ‘A Bit of Previous’ queria dizer.

É preciso compreender que as bandas envelhecem, são pessoas como nós, e ao logo do caminho os pensamentos mudam, você absorve novas experiências, vive novas aventuras, sobe e desce nessa montanha-russa chamada vida. Pode ser que ‘Late Developers' seja sobre isso. Um disco sobre ciclos, que expande o material apresentado em ‘A Bit of Previous’, e entende a mensagem de seu antecessor.



Musicalmente, o disco vai do folk-rock em tons agridoces que poderiam muito bem entrar em ‘The Boy With Arab Strap’, sem nenhum receio, ao pop de sintetizadores que acenam para o processo criativo do grupo (“I Don’t Know What You See In Me”). Com suas 11 canções e 43 minutos, ‘Later Developers’ está repleto de momentos memoráveis e marcantes que entregam as reflexões da banda com uma dinâmica certeira para te convencer a revisitar o álbum ao longo do tempo, exemplo disso, fica por conta da contagiante “Do You Follow” que abre terreno para um dos momentos mais fofos do álbum com a faixa “When the Cynics Stare Back From the Wall”, que traz a participação da meiga vocalista do saudoso Camera Obscura, Tracyanne Campbell.

Uma canção que emula uma nostalgia de tempos que não voltam mais, deixa aquele gostinho de lado B, como se você tivesse dormido por longos anos sem ter visto o tempo passar e simplesmente acordou ao som melódico e suave desse dueto comovente que vai te fazer revistar alguns discos do Camera Obscura. O segundo álbum dos veteranos do indie pop em um período de doze meses resgata o espírito de ótimas canções pop e "tempera" tudo isso com toques de suavidade, trazendo vitalidade para 'Late Developers'. Um retorno satisfatório a boa forma do Belle & Sebastian. É o disco mais recompensador da banda de Glasgow desde 'The Life Pursuit', de 2006.

 

Late Developers

Belle & Sebastian


Lançamento: 13 de janeiro de 2023

Gênero: Indie Pop, Folk, Pop

Ouça: "Do You Follow", "When we Were Very Young", "When the Cynics Stare Back From the Wall"

Humor: Agridoce, Melancólico, Reflexivo


 

NOTA DO CRÍTICO: 7,5

 


20 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page