Em novo álbum, Big Thief focaliza sua relevância no cenário Indie com um disco coeso e harmonioso



 

A voz angelical, agridoce e profunda da cantora e guitarrista Adriane Lenker soa como a brisa que chega a cada manhã te envolvendo em sutilezas e melodias que viajam pelo tempo resgatando aquele clima setentista do lendário Neil Young. São características que moldam o som Indie Rock pigmentado de Folk da banda americana Big Thief, uma das melhores surpresas dos últimos anos no cenário alternativo. Com ótimos discos no currículo o Thief chegou ao seu quinto e exuberante álbum de estúdio ‘Dragon New Warm Mountain I Believe In You’, um álbum pandêmico, vindo de uma longa gestação e várias sessões em lugares diferentes, um disco provocativo, audacioso e corajoso que transborda criatividade e paixão.


Talvez 'Dragon New...' seja o resultado esperado após dois grandes discos em sequência ‘U.F.O.F’. e ‘Two Hands', (ambos de 2019), e o cenário pandêmico atual que assolou e mudou radicalmente nossas vidas. Temos um álbum duplo e extenso, com um título que vem a calhar. São canções nostálgicas e melancólicas no estilo aquele Country Rock bucólico que adoramos em Harvest do já mencionado Neil Young. Entre uma balada, e um Indie mais guitarrístico e as lindas melodias Folks- temos vinte canções que não soam repetitivas e nem tornam o álbum cansativo.


Aliás, um álbum do Big Thief é sempre uma ótima surpresa e com esse novo trabalho não é diferente. O quarteto formado por Adriane Lenker, Bucker Meek, James Krivchenia e Jason Burger propõem ao ouvinte uma imersão sonora abastecida com diversos elementos experimentais. Os quatro juntos ganham vida vivida e pulsante com músicas cheias de êxtases e frustrações. Na verdade, o Big Thief é aquele grupo folk-rockr despojado, livre que adora uma música raiz, muito bem representada pelo seu novo trabalho ambicioso e despreocupado.

A banda parece estar desbravando novos caminhos e mistérios, enquanto adentra em uma atmosfera aventureira natural e celestial.

O que eles irão fazer depois disso? Fica a pergunta no ar. Mas a própria banda se pergunta isso no fim do disco, no final da ótima “Blue Lightning” que resgata o Folk-Rock caseiro, alguém pergunta ao microfone “O que devemos fazer agora?” Essa é uma reposta que fica para uma outra hora. O que eles criaram aqui, é ambicioso, mas divertido, frágil, mas forte e impactante. Além de trazer aquela sensação de campos floridos e pássaros cantando, ‘Dragon New...' é aquela audição obrigatória que vai te deixar querendo muito mais.


Na linda abertura com “Change” as guitarras profundas de Meek vão além de solos radiantes, enquanto Lenker transita por temas existencialistas entre a vida e a morte. A faixa prepara o terreno para você entrar na experimental e caótica “Time Escaping” um misto de sintetizadores e violões que criam camadas inovadoras e distintas com uma certa ansiedade e euforia. Mas, o mais instigante é que essa combinação é docemente rara, suave e calmante que se torna impossível não gostar.


O clima e entrosamento do álbum deixa aquela impressão de que a banda não planejou o disco, eles simplesmente foram ao estúdio e estão lá se divertindo e brincando de fazer música boa e de qualidade. Observe o clima e as melodias de “Spud Infinity” eles estão se divertindo fazendo aquilo que mais gostam de fazer. E isso tudo, soa muito espetacular como se fosse uma invenção caleidoscópica atrativa e reconfortante. Não tenha pressa, deixe-se levar por cada faixa deste belo registro, ele vale cada minuto de audição. Uma das coisas mais lindas que você irá ouvir este ano, isso posso afirma com toda certeza.

 

Ficha Técnica:

Big Thief (2022)

'Dragon New Warm Mountain I Believe In You'


Data de Lançamento: 11 de fevereiro de 2022

Gênero: Indie Rock, Folk

Ouça: "Change", "Spud Infinity" e "Blue Lightning"

Para quem gosta de: Lucy Dacus e Nilufer Yanya


 

NOTA DO CRÍTICO: 9,0

 

Veja o vídeo de "Change" ao vivo:


 

Ouça no Spotify:


 

Conteúdos que você também pode gostar


Spoon 'Lucifer On The Sofa' Crítica


Tears For Fears 'The Tipping Point' Crítica

 

Acompanhe a gente também nas redes sociais, Teoria Cultural para mais informações sobre o mundo da cultura pop.

 




40 visualizações0 comentário