top of page

Em "Me Chama de Gato Que Eu Sou Sua”, Ana Frango Elétrico apresenta lirismo maduro e som eclético

"Me Chame de Gato Que Eu Sou Sua" foi lançado em 20 de outubro de 2023.

Ana Frango Elétrico
Foto: Folha de São Paulo.


Desde seu surgimento na cena musical brasileira nos anos 2010, a carioca Ana Faria Fainguelernt, mais conhecida pelo seu nome artístico Ana Frango Elétrico, tem demonstrado uma fusão de diversos gêneros, como MPB, Rock, Pop e Bossa Nova, para criar um som único e alternativo. Essa abordagem a coloca com méritos como um dos grandes nomes da cena Indie/Alternativa brasileira.


Em seu primeiro disco, "Mormaço Queima" de 2018, ela ainda estava em uma fase experimental para apresentar esses elementos. No entanto, no seu álbum seguinte, "Little Electric Chicken Heart" de 2019, ela conseguiu expor muito bem seus elementos de formação social e cultural de forma bastante evidente. Agora, em 2023, ela consegue trazer seu talento de forma impactante em "Me Chama de Gato Que Eu Sou Sua", seu terceiro álbum de estúdio, consolidando seu lugar na história da música brasileira de maneira positiva.



O disco possui um total de 10 faixas que chamam a atenção pelo seu ecletismo, por sua grandiosa quantidade de referências musicais, por ter um lirismo forte, pela sua capa que contém dois tigres bem desenhados e pintados, e pela sua produção que foi feita pela própria artista em parceria com os selos RISCO (Brasil), Mr Bongo (Inglaterra) e Think! Records (Japão), visando ter um grande alcance tanto nacional quanto internacional com esse novo trabalho.


O álbum abre com “Electric Fish”, que possui um som dançante, com letra em inglês, e que tem um suingue que parece ter sido extraído da Disco Music dos anos 1970, misturado ao gênero musical City Pop. Isso é realizado através de um arranjo refinado de metais, fazendo desta faixa uma excelente abertura para o novo trabalho.


“Insista Em Mim” é uma bela canção melancólica que estabelece uma ponte cultural entre a rica MPB e a potente Soul Music estadunidense. Traz um lirismo romântico que evoca os sentimentos suspirosos presentes nas canções de Cassiano e Tim Maia, tornando-se uma poderosa expressão no cancioneiro musical mundial. Isso é percebido através do seguinte trecho: “Me plante agora em seu jardim // E se eu murchar me regue // Insista em mim”.



“Dela” é uma colaboração entre Ana Frango e o rapper Joca, que juntos produzem uma mistura vocal muito interessante, com linhas de rap bem executadas. A faixa faz um belo passeio pela música brasileira dos anos 1970, carregando uma poesia muito forte em sua letra.


“Nuvem Vermelha” e “Debaixo do Pano” são mais dois sons dançantes bem presentes, neste caso, com elementos do Synth Pop dos anos 1980. A última foi composta pela paulista Sophia Chablau. Enquanto “Coisa Maluca” tem uma sonoridade que remete ao Rock do início dos anos 1960. Ambas as músicas mostram de forma evidente o ecletismo sonoro, sua sonoridade acolhedora e um lirismo bem impactante.


“Camelo Azul” tem uma sonoridade bem jazzística que consegue trazer um tom atmosférico em um lírico confessional, enquanto “Let's Go To Before Again” tem uma conotação mais instrumental com fortes referências da Bossa Nova e do Lounge na sua levada, bem como na sua execução vocal.



“Dr. Sabe Tudo”, a faixa que encerra o disco, é uma regravação de um hit do músico brasileiro Rubinho Jacobina lançado em 2004. A letra é bem humorada, com uma sonoridade incrível, encerrando o disco de forma excelente e animada.



Pode-se dizer que “Me Chama de Gato Que Eu Sou Sua” é um dos trabalhos mais maduros e impactantes de Ana Frango Elétrico. Utilizando sua atuação como artista de canto, composição e poesia, juntamente com uma formação musical eclética, ela apresenta sua evolução e maturidade nas partes líricas e sonoras. Isso deixa seu nome cada vez mais em evidência, solidificando sua posição de forma positiva na história da música brasileira com um dos discos mais interessantes de 2023.

 

Me Chame de Gato Que Eu Sou Sua

Ana Frango Elétrico


Gênero: Pop Rock, Alternativo, Pop, MPB

Lançamento: 20 de outubro de 2023

Humor: Sentimental, Intimista, Forte

Pra quem curte: Sophia Chablau, Letrux

Ouça: "Electric Fish", "Insista em Mim", "Dela"


 

NOTA DO CRÍTICO: 8,5

 

Ouça "Electric Fish":




52 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page