top of page

Em "Luiza Pop", Luiza Possi deixa o Pop soar e flertar com a MPB em um repertório cheio de parcerias


'Luiza Pop' possui 9 faixas que foram lançadas em formato de single desde 2022, com muitas participações musicais e também inclui 2 remixes de canções presentes nesse álbum, mostrando a versatilidade e o conteúdo cheio de coisas boas e surpresas.

Imagem Reprodução



Existe um ditado popular que diz: "Filho de peixe, peixinho é". O significado dessa frase é para mostrar as características, habilidades ou talentos de uma pessoa muitas vezes são herdados de seus pais ou familiares. Ou seja, se alguém tem habilidades semelhantes ou segue a mesma profissão ou paixão de seus pais, isso pode ser atribuído à influência genética ou ao ambiente em que cresceram. Na arte, principalmente na música, esse ditado é bem aplicado, onde há filhos de artistas consagrados que são tão excelentes quanto seus mentores, como, por exemplo: Diogo Nogueira, que é filho de João Nogueira; Sandy e Junior Lima, filhos de Xororó; Maria Rita, filha de Elis Regina; Gilsons, que são parentes de Gilberto Gil; Maria Luiza Jobim ,filha de Tom Jobim; Gonzaguinha, filho de Luiz Gonzaga; e Luiza Possi, filha de Zizi Possi.


Desde o seu primeiro trabalho musical com o álbum 'Eu Sou Assim' de 2002, a artista carioca traz elementos de Pop e Pop Rock para a MPB com o uso da sua suave voz, um repertório eclético que mistura letras de romantismo até aquelas que são mais cronistas, além de contar com participações especiais, tornando seu repertório extremamente rico, interessante, audível, agradável e muito bom. Em 2023, ela ganhou ainda mais destaque ao lançar o álbum "Luiza Pop", com um flerte ainda mais forte com o Pop em uma abordagem lírica bem presente e participações bem legais, o que torna esse registro bem impactante e especial.


'Luiza Pop' possui 9 faixas que foram lançadas em formato de single desde 2022, com muitas presenças musicais e também inclui 2 remixes de 2 canções presentes nesse álbum, mostrando bem a versatilidade e o seu conteúdo que é cheio de coisas boas e surpresas.

A primeira faixa, "Agridoce", é um dueto bem envolvente com Lulu Santos, com uma letra excelente que fala de forma autobiográfica sobre conciliar os deveres na família com o trabalho na música, em um ritmo inspirado na Disco Music, envolvendo um som hipnótico de guitarra. Mostrando que a artista sabe conciliar esses dois universos e que o show tem que continuar nessa vida.


"Luz" é uma canção que conta com a participação do rapper Rincon Sapiência, trazendo uma faixa elétrica e o uso de um metaverso chamado Luz, em um ritmo cheio de suingue, dança, pop e euforia, que coloca Luiza Possi em uma forma leve de fazer uma canção, pois ela é alegre e contagiante do início ao fim. "Amor Sem Pausa" é uma parceria feita com a Grag Queen, trazendo uma vibe que se assemelha a um Reggaeton, com uma letra que se mistura entre as estações do ano de forma bem experimental.

"Waze" é outra canção que utiliza a tecnologia, dessa vez para fazer referência ao aplicativo Waze em uma letra romântica, abordando a perdição de estar em uma cidade grande, com um R&B e Soul Pop que é ótimo de ouvir, fazendo um dueto incrível com o rapper Luccas Carlos, um dos grandes nomes atuais da versatilidade da música brasileira.


"Frio na Barriga" é uma parceria de Luiza Possi com a brasileira Wanessa Camargo e a mexicana María Léon, onde juntas as três cantoras trouxeram um som bem dançante, com toques sutis de cúmbia, tornando-a uma música perfeita para festas com temas pop ou mesmo em pistas de dança, fazendo ambos se deixarem levar por sua latinidade quente.

E falando em sons mais ardentes, "Nos Meus Sonhos", uma parceria realizada com o funkeiro brasileiro Gaab, tem toques de sensualidade envoltos em um ritmo lento e descontraído.


A última faixa, "Não Faz Sentido", é uma parceria bem feita com a cantora curitibana Elana Dara, que traz uma mistura bem legal de gêneros musicais, envolvendo Pop, MPB e Rap, numa atmosfera sublime, contagiante e espetacular, que proporciona um bom encerramento para esse trabalho.



O disco 'Luiza Pop' demonstra bem o quanto Luiza Possi amadureceu ao longo dos anos como musicista, de forma positiva, ao trazer parcerias que acrescentam bastante à sua sonoridade, mantendo a sua essência e ritmos. Para 2023, ela apresenta um álbum que é bom, bem produzido, viciante e impactante, consolidando-se como um dos grandes nomes do Pop surgidos na música brasileira, que merece ser o conhecimento e a audição sempre.

 

Luiza Pop

Luiza Possi



Gênero: Pop, MPB

Lançamento: 21 de julho de 2023

Para quem gosta de: Jessie Ware, Maria Luiza Jobim, Elza Soares, Sandy

Ouça: "Waze", "Agridoce" e "Frio na Barriga".

Humor: Alegre, poético, festivo.


 

NOTA DO CRÍTICO: 8,0

 

Veja o videoclipe de "Frio na Barriga":


129 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page