top of page

Christopher Nolan revela por que Hiroshima e Nagasaki não aparecem em Oppenheimer

Durante uma entrevista à Variety, o renomado diretor esclareceu as motivações por trás dessa decisão.

Oppenheimer
Imagem: Divulgação.


Christopher Nolan ofereceu uma explicação sobre a ausência da representação da explosão da bomba atômica e a subsequente destruição das cidades de Hiroshima e Nagasaki, no Japão, em seu mais recente sucesso de bilheteria, Oppenheimer. Durante uma entrevista à Variety, o renomado diretor esclareceu as motivações por trás dessa decisão.


"No filme, a perspectiva subjetiva de Oppenheimer é explorada. Desde o início, meu propósito era manter essa abordagem autêntica. Ele tomou conhecimento do bombardeio simultaneamente com o restante do mundo, e meu desejo era retratar alguém que gradualmente ampliava sua compreensão das consequências imprevistas de suas próprias ações. A essência da narrativa reside tanto naquilo que é exibido quanto naquilo que permanece fora do quadro."




Spike Lee havia expressado dúvidas quanto à decisão de Christopher Nolan em uma entrevista ao The Washington Post.


"[Nolan] é um cineasta extraordinário... E não estou fazendo uma crítica, é apenas um comentário", comentou o diretor. "Se ['Oppenheimer'] tem uma duração de três horas, eu teria acrescentado alguns minutos para abordar o que ocorreu com o povo japonês. Muitas vidas foram vaporizadas, e mesmo muitos anos depois, as pessoas continuavam sofrendo os efeitos radioativos. Ele tinha a influência e a autonomia necessárias. Ele deixou claro para os estúdios o que pretendia fazer. Teria sido interessante ver o filme explorar o impacto das explosões das duas bombas nucleares no Japão em seu desfecho."



Com um elenco que inclui talentos como Cillian Murphy, Emily Blunt, Robert Downey Jr., Matt Damon e Florence Pugh, Oppenheimer narra a história do cientista que desempenhou um papel crucial no desenvolvimento da primeira bomba atômica nos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial.


O filme continua em exibição nos cinemas do Brasil.

15 visualizações0 comentário
bottom of page