top of page

Carla Bley, compositora e pianista de jazz, morre aos 87 anos

A notícia do falecimento de Carla Bley foi confirmada por Steve Swallow, baixista que foi seu parceiro e colaborador por muitos anos.

(CREDITO: Roberto Serra - Iguana Press/Getty Images)


Carla Bley, renomada compositora, pianista e pioneira do free jazz, faleceu aos 87 anos. A influente musicista dos Estados Unidos nos deixou em sua residência em Willow, no interior de Nova York, na terça-feira, 17 de outubro.


A notícia do falecimento de Carla Bley foi confirmada por Steve Swallow, baixista que foi seu parceiro e colaborador por muitos anos. Ele relatou que a causa da morte foram complicações decorrentes de câncer cerebral, como informou o The New York Times.



Carla Bley ficou renomada por sua abordagem inovadora nos estágios iniciais de sua trajetória e se destacou como uma das precursoras do free jazz. Mais tarde, ela expressou sua motivação ao afirmar:


"Minha intenção era confrontar e combater as deficiências existentes no mundo do jazz e reformar integralmente o sistema musical que prevalecia", conforme mencionado em entrevista ao The Guardian.


A musicista, que originalmente se chamava Lovella May Borg, veio ao mundo em Oakland, Califórnia, em 1936. Seu primeiro contato com o piano se deu aos três anos de idade. Aos 14 anos, ela deixou a escola e, aos 17 anos, mudou-se para Nova York nos anos 50, onde começou sua carreira como cigarreira no famoso clube de jazz Birdland.



Ela também trabalhou em sua própria banda autointitulada, lançando um trio de álbuns com Swallow e o saxofonista Andy Sheppard. Seu lançamento mais recente foi ‘Life Goes On’, de 2020.

7 visualizações0 comentário
bottom of page