top of page

Brian May, sobre ter contribuído no álbum 'Chinese Democracy' do Guns N' Roses: "foi esquisito"


Brian May / Axl Rose (Foto: Getty)

Brian May, do Queen, falou sobre a estranha experiência de tocar guitarra no álbum 'Chinese Democracy' (2008) do Guns N' Roses.


May foi um dos colaboradores que trabalharam com a banda em seu sexto álbum de estúdio, gravado ao longo de um período de nove anos.


As contribuições de May em músicas como "Catcher In The Rye", gravadas em 1999, foram excluídas da versão final de 'Chinese Democracy'. Em uma entrevista recente para revista Classic Rock, May falou e relembrou a ocasião "esquisita e estranha" de trabalhar com o Guns N' Roses no disco.



“Foi uma experiência estranha”, disse ele. “Acho que foi mais ou menos no meio da coisa toda. A essa altura, Axl Rose, (o frontman) era praticamente um recluso. Ele estava trabalhando em sua casa, e eu estava trabalhando no estúdio na base da colina com seu engenheiro na época, e ele raramente descia.”


May acrescentou: “ocasionalmente ele ligava e ficava todo entusiasmado e falava muito, e então ele ia embora de novo. Eu não acho que nada do que eu toquei realmente entrou no álbum.”


Na época do lançamento de 'Chinese Democracy', Brian disse a seus amigos e fãs em seu site que era "uma pena" que suas gravações e contribuições foram excluídas do álbum, e disse: "Eu trabalhei bastante e fiquei orgulhoso disso.”


 



62 visualizações0 comentário
bottom of page