Brian Cox da série 'Succession' fala sobre 'cultura do cancelamento': “É fascismo total”



Brian Cox ator da série Succession da HBO, deixou bem claro seu ponto de vista em relação a 'cultura do cancelamento', descrevendo-a como um “tipo de macarthismo moderno”.


Cox é conhecido por interpretar Logan Roy no seriado da HBO. O ator fez uma visita ao programa da TalkTV Piers Morgan Uncensored para um bate-papo e quando o assunto finalmente chegou no tema 'cultura do cancelamento', ele abriu o verbo sobre o que pensa a respeito.


Nicholas Braun, astro da série Succession, tá escrevendo série sobre uma banda indie dos anos 2000


“É uma espécie de macarthismo moderno, na verdade”, disse Cox. “É uma espécie de ataque à sensibilidade das pessoas para reduzi-las e torná-las... sei lá, há tanta hipocrisia envolvida na coisa toda.


“Acho tudo completamente hipócrita. Eu não sou religioso, mas há uma coisa na bíblia que diz: 'Que ele ou ela sem pecado atire a primeira pedra' e parece haver muito lançamento de pedras. E é como um vírus.”


Depois que Morgan fez referência a comentários de Elon Musk, que o descreveu como um “vírus acordado”, Cox acrescentou: “É fascismo total. Você está absolutamente certo… é hipocrisia novamente. A noção hipócrita de 'estou sendo liberal', mas, na verdade, você está sendo fascista e as pessoas deveriam parar com isso e se comportar”.


A terceira temporada de Succession foi concluída em dezembro do ano passado, com uma quarta temporada prevista para ser lançada em 2023.



14 visualizações0 comentário