top of page

'Todo Poderoso' quase ganhou sequência com Jim Carrey do lado sombrio da coisa

A sequência que foi arquivada se chamaria 'Brucifer'

CRÉDITO: Alamy

 


 

'Todo Poderoso', filme de comédia protagonizado por Jim Carrey, quase ganhou uma sequência sombria com o personagem de Carrey recebendo os poderes do coisa-ruim. A novidade foi revelada pelos roteiristas Steve Koren e Mark O'Keefe durante uma entrevista para o portal SyFy.


A ideia surgiu na noite de estreia do primeiro filme, os roteiristas apresentaram a narrativa para o produtor Michael Bostick, sobre uma sequência intitulada Brucifer, onde Bruce conquistava os poderes de Lúcifer. Portanto, a ideia foi levada até a Universal em 2010, porém, após o fracasso de bilheteria do spin-off 'A Volta do Todo Poderoso' de 2007, o filme não foi adiante.

 


 

Koren revelou ao site: “O empresário [de Carrey] e ele queriam levar Brucifer para frente”, recorda ele. “Entramos e propusemos, mas nunca deu certo, porque foi mais tarde… teria sido outro filme gigante e acho que eles não queriam fazer. Simplesmente não deu certo por algum motivo, mas muitas pessoas adoraram, incluindo Jim.”


Sobre a narrativa da sequência, O'Keefe acrescentou: “Seria essencialmente as Provas de Jó. O mundo não seguia seu caminho desde que ele era Deus. Tudo foi ótimo por um tempo; ele era casado e tudo desmoronou. Ele estava mais uma vez questionando tudo e então conseguiu uma maneira diferente de resolver as coisas.”


A explicação para Bruce passar para o lado sombrio seria a morte de sua esposa Grace (Jennifer Aniston), com a ideia de que ele tentaria ressuscitá-la. Depois que Carrey ouviu o discurso, ele sugeriu que Grace deveria retornar primeiro como um cadáver zumbificado.

 


 

Falando sobre a reação e resposta de Carrey, Koren disse: “Eu me lembro quando lançamos, ele ficou rindo muito. Porque nós a fizemos voltar como Jennifer Aniston. Ele disse: 'Não, ela tem que parecer um zumbi primeiro e depois vamos deixá-la bonita de novo.' Achamos aquilo brilhante.”


Dirigido por Tom Shadyac, o filme de 2003 acompanha o repórter Bruce Nolan que, depois de reclamar com Deus (Morgan Freeman) que não estava fazendo seu trabalho corretamente, teve a chance de se tornar Deus por uma semana.


57 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page