top of page

'They Live' uma obra cômica e necessária para os tempos de modernidade.

Atualizado: 4 de dez. de 2021



'They Live' clássico cult da ficção cientifica dirigido pelo fértil John Carpenter em 1988, traz em sua abordagem uma narrativa satírica sobre os âmbitos políticos, desemprego, consumismo, obediência e conformismo. Mesmo sedo de 88, o filme resume muito bem nosso presente. Uma sociedade vivendo as cegas, iludidas e persuadidas por um regime de ideias subliminares, onde tudo é programado para te vender algo. Se me permitem a divagação, trazendo essa contextualização para nossa realidade, não fugiria muito do que presenciamos com as tais Fakes News, redes de ódios e de manipulações, o uso da internet para controlar e ditar ordens e no que você deve acreditar. Ainda vou mais além, temos os tendenciosos tais algoritmos das redes sociais que funcionam de maneira tendenciosa, com intuito de te prender nesse mundo feito de círculo vicioso, a fome, o desemprego, a miséria, o descaso com saneamento básico, onde politicas sociais deixou de existir há muito tempo.


Voltando para o filme, acompanhamos a rotina de John Nada (Roddy Piper) um operário desempregado que chega a Los Angeles em busca de uma vida melhor e encontrar um emprego. John passa a viver em um abrigo para sem tetos e a fazer uns bicos para sobreviver em um mundo monopolizado pelo capitalismo, pessoas como John Nada, são vistas como os deploráveis da sociedade, esquecidos e abandonados pelo sistema. Um regime autoritário, onde a classe operária resiste para sobreviver. Em certo dia John encontra um óculos de sol, o qual lhe permite ver a verdadeira face das pessoas e a ler as mensagens manipuladoras por todos os lados da cidade. 0John faz amizade com Frank (Keith David) e os dois vão viver uma aventura pelas ruas de Los Angeles na tentativa de salvar à terra desses seres dominantes.

“Embora a narrativa não seja assustadora, o subtexto está entre os aspectos mais terríveis da vida no mundo moderno.

Entre as obras do diretor, ‘They Live’ pode ser aquela que mais se aproxima da nossa realidade do mundo moderno. Polícia armada nas ruas, conspirações, desigualdade econômica e 'drones' voando pelos céus para monitoramento. O terror implantado em ‘Eles Vivem’ pode ser bem mais palpável do que qualquer outro filme de terror em 2021.


A ideia do filme surgiu a partir de um conto de ficção cientifica ‘Eight O Clock in The Morning’ de Ray Nelson de 1963, onde em 1986, ganhou uma adaptação para os quadrinhos contendo apenas sete páginas. Fascinado pela obra, Carpenter adquiriu os direitos da história dos quadrinhos e do conto, onde ele teve que praticamente refazer toda a narrativa para adaptá-la ao contexto cinematográfico. A mente revolucionária de Carpenter foi muito além do esperado para época e criou um marco da cultura pop influente e atemporal. Você até pode achar isso tudo uma loucura delirante, mas não tem como negar que ela se torna altamente contagiosa nos primeiros instantes do filme. O filme passa a sutil impressão de que foi feito para não ser levado a sério, enquanto passa mensagens bem complexas e duras sobre o convívio em sociedade. A globalização do capitalismo e opressões ao menos favorecidos, são ideias transmitidas através do humor negro que existe por detrás do filme.


They Live’ é uma das obras de ficção cientificas mais importantes e segue bem atual com suas mensagens descritas nas entrelinhas com muito humor, os diálogos podem até parecer cafonas, atuações cômicas e cenas peculiares que ganham vida principalmente pela dupla de amigos interpretados por Roddy e Keith, eles garantem o divertimento do filme e roubam acena a todo instante. O brilhantismo e magia está justamente nesses pontos chaves, pois através deles é possível enxergar o quanto Carpenter foi ousado e inteligente. Em uma das cenas envolvendo Nada e Frank é possível distinguir esses elementos. A precisão ao misturar elementos do terror, comédia, ação, suspense e ficção cientifica, Carpenter, na verdade, estava expressando todo seu desgosto e descontentamento com a comercialização da cultura popular e da política dos anos 80, particularmente com a influência da Reaganomics, a política econômica promovida por Ronald Reagan presidente dos EUA, na época.


'They Live' é uma obra direta é eficaz que não se entrega a enfeites desnecessários, o filme de Carpenter não perdeu um pouco do frescor desde que foi lançado.

 

Ficha Técnica:

Filme: They Live (Eles Vivem)

Data de Lançamento: 1 de dezembro de 1989 (Brasil)

Diretor: John Carpenter

Gênero: Ficção cientifica e ação

Duração: 1h 33m

Roteiro: John Carpenter

Elenco: Roddy Pipper, Meg Foster, Keith David

Onde ver: YouTube

 

Veja o trailer legendado do filme abaixo:


 

Sobre Marcello

É editor e criador do Teoria Cultural.

Pai da Gabriela, Técnico em Radiologia, flamenguista, amante de filmes de terror, adora bandas como: Radiohead, Teenage Fanclub e Jesus And Mary Chain. Nas horas vagas, gosta de divagar histórias sobre: música, cinema e literatura. marce.almeidasilvaa@gmail.com


 



388 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page