Shonka Dukureh, que interpretou Big Mama Thornton em 'Elvis', morre aos 44 anos

A atriz e musicista, que interpretou a cantora original de 'Hound Dog' no início deste ano, foi encontrada morta em sua casa em Nashville

Crédito: Warner Bros./Alamy

Shonka Dukureh, atriz e musicista que interpretou a cantora de R&B Willie Mae “Big Mama” Thornton na cinebiografia de Elvis de Baz Luhrman, morreu aos 44 anos.


Dukureh foi encontrada morta pela polícia na quinta-feira (21), em sua casa em Nashville, depois que um de seus dois filhos a encontrou inconsciente e procurou ajuda de um vizinho, que ligou para o 911. Segundo a polícia, não há evidências de crime. Nenhuma causa da morte foi divulgada, e os resultados da autópsia ainda estão pendentes.


Elvis, o filme biográfico do diretor Baz Luhrmann sobre Elvis Presley que chegou aos cinemas em junho, marcou o primeiro grande papel de Dukureh no cinema. Ela interpretou Thornton, a primeira artista a gravar 'Hound Dog', em 1952, tendo um sucesso com a música alguns anos antes de Presley fazer sua versão.


Além de aparecer no filme, Dukureh também apareceu no videoclipe que acompanha a música de Doja Cat da trilha sonora de Elvis, 'Vegas', que interpola uma amostra da gravação de 'Hound Dog' de Thornton. Dukureh também apareceu no palco com Doja Cat durante o set da rapper no coachella em abril deste ano, tocando a música juntos. A gravação de 'Hound Dog' de Dukureh aparece na trilha sonora de Elvis.


Shonka cresceu em Nashville, além de seu trabalho como musicista e atriz, ela também já havia sido professora e dirigiu programas pós-escola e de verão para jovens do centro da cidade.


Falando sobre Dukureh no início deste ano, o diretor Baz Luhrmann disse que ela atendeu a um chamado para fazer os vocais quando ele estava gravando com Dave Cobb em Nashville. “Sua atuação foi tão boa que ela parecia a pessoa perfeita para interpretar o importante papel de Willie Mae 'Big Mama' Thornton em Elvis”, disse Luhrmann.

 



14 visualizações0 comentário