top of page

Olivia Rodrigo apresenta maturidade e dilemas pessoais com um pop diversificado no coeso "Guts"

O álbum contém 12 faixas que capturam a essência lírica da cantora neste momento de sua carreira.

Foto: Larissa Hoffman.


Existe uma frase atribuída ao ilustre músico britânico Harry Styles que diz: "Idade é um número, maturidade é uma escolha." Através dela, podemos refletir sobre a maturidade das pessoas e como a idade se torna irrelevante quando conhecemos indivíduos esclarecidos e amáveis. Analisar esses detalhes nos deixa sempre abertos a surpresas. É com base nesses conceitos que apresento "Guts", o segundo e novo álbum de Olivia Rodrigo, uma cantora norte-americana de apenas 20 anos, que produz uma música que combina pop e rock de forma madura, envolvente e intrigante, seja através de suas letras ou melodias.


Antes deste trabalho, Olivia havia lançado "Sour", seu álbum de estreia em 2021. Rapidamente, conquistou o público e a crítica com letras intimistas, apesar de sua juventude na época, com apenas 18 anos, e seu trabalho nas produções da Disney, "Bizaardvark" e "High School Musical: A Série: O Musical". Desde então, ela tem preparado seu repertório para mostrar que não é apenas uma moda passageira na música, mas sim uma artista que reflete de maneira profunda sobre questões pessoais, o que lhe rendeu prêmios e elogios merecidos.



"Guts" apresenta uma capa intrigante, com a palavra escrita em um anel na mão da artista. O álbum foi produzido por Daniel Nigro, que também trabalhou em "Sour", e lançado pela Geffen Records. O disco contém 12 faixas que capturam a essência lírica da cantora neste momento de sua carreira.

"Pretty Isn't Pretty" é uma canção impactante que aborda os padrões de beleza. A letra oferece uma análise profunda de um tema delicado e frequentemente desconfortável para muitas pessoas. A melodia combina elementos de pop e rock com uma guitarra proeminente e teclados que criam uma atmosfera explosiva, complementando as nuances da voz de Olivia.


"Vampire" é uma das faixas mais impressionantes do álbum, destacando a maturidade de Olivia ao expressar seus pensamentos. Aqui, ela apresenta uma balada que questiona e critica as ações de alguém que tentou ajudar e amar, mas só aproveitou sua vulnerabilidade, como um vampiro. A música começa com um lindo solo de piano e se desenvolve em uma melodia envolvente e elétrica, acompanhada por um crescente vocal que faz dela uma das faixas mais memoráveis do disco.


"Lacy" apresenta uma pegada acústica e aborda o tema da nocividade disfarçada de amor. A música se destaca no álbum devido aos seus arranjos bem elaborados e ritmo cuidadosamente trabalhado. Enquanto isso, "Ballad of a Homeschooled Girl" oferece uma sonoridade descontraída e um relato despreocupado sobre uma garota com dificuldades para fazer amizades e namorar, destacando a existência de pessoas tímidas de maneira acessível. "Bad Idea Right?" possui uma energia que lembra o grunge dos anos 1990 e apresenta letras pessoais. Por outro lado, "Get Him Back!" expressa um desejo fervoroso de reconciliação, mesmo quando outros discordam da decisão, embalado em uma atmosfera elétrica.




"Guts" é um álbum notável de Olivia Rodrigo, capaz de atrair diversos públicos, jovens e mais maduros, com letras que exploram seus dilemas pessoais de maneira perspicaz, melodias cativantes, produção impecável e um repertório que demonstra uma evolução significativa. Este trabalho solidifica a posição de Olivia como um grande nome do pop da década de 2020, e sua jornada contínua promete ainda mais maturidade e crescimento.

 


Guts

Olivia Rodrigo


Gênero: Pop, Pop Alternativo, Pop Rock, Indie Rock

Lançamento: 8 de setembro de 2023

Ouça: "Vampire", "Pretty Isn't Pretty", "Lacy"

Humor: Provocativo, melancólico, audacioso.

Pra quem curte: Wet Leg, Boygenius, Harry Styles


 

NOTA DO CRÍTICO: 8,0

 

Veja o videoclipe de "Vampire":



128 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page