top of page

O dia em que Gilberto Gil cantou na assembleia da ONU!

Atualizado: 29 de ago. de 2022


Gilberto Gil | Foto: Gerard Giaume.



Gilberto Gil é um dos maiores gênios da história da música brasileira por misturar a MPB com Reggae, Baião, Forró, Samba, Bossa Nova, Pop e Rock em canções que são verdadeiras poesias e acabam influenciado novos artistas e conquistando fãs e admiradores das mais diversas origens e gerações.


Recentemente, no dia 8 de abril, o artista se tornou imortal pela Academia Brasileira de Letras (ABL). Ele passou a ocupar a Cadeira 20 da Academia, sucedendo o acadêmico Murilo Melo Filho, advogado, escritor e um dos grandes jornalistas brasileiros da segunda metade do século XX.


A Academia Brasileira de Letras foi fundada em 1897 e teve como um dos seus fundadores o espetacular escritor Machado de Assis.


Com a nomeação de Gilberto Gil, ele se tornou o segundo negro a ocupar uma cadeira na ABL. O outro imortal é o escritor e professor Domício Proença Filho, que foi presidente da academia entre 2016 e 2017.


Mas um fato marcante e vale muito a pena recordar, foi o episódio memorável que enalteceu a arte, a cultura, e a política e nosso país, o dia em que Gilberto Gil cantou na assembleia da ONU.

Gilberto Gil na assembleia da ONU em 2003. Reprodução YouTube.

Em 2003, o artista foi nomeado como ministro da cultura pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Na época, o Brasil travava uma batalha dura contra a fome e pediu solidariedade aos outros países.


Gilberto Gil foi para a assembleia da ONU (Organização das Nações Unidas) se apresentar diante de representantes de países e todo o mundo.


O que chamou a atenção é que nessa apresentação o ilustre músico brasileiro tocou e cantou a canção "Toda Menina Baiana," do disco 'Realce' de 1979, ao lado do secretário-geral da época o renomado diplomata ganês Koffi Annan que estava tocando percussão. A performance foi tão emblemática que ficou conhecida e divulgada como "Show da Paz”.


A apresentação foi também uma forma de homenagear as vítimas do atentado contra o prédio das Nações Unidas em Bagdá, capital do Iraque, onde o ilustre diplomata brasileiro Sérgio Vieira de Mello, acabou falecendo.


Gilberto Gil atuou como ministro da cultura entre 2003 e 2008, mas esse episódio, vai ser sempre lembrado como um algo único para a história do mundo e de um artista que é inigualável, versátil e incrível e possui um grandioso e maravilhoso acervo cultural que é rico. São lindas canções que compõem fabulosos álbuns, um legado admirável.


Assista abaixo o vídeo em que mostra o dia que Gilberto Gil foi e cantou na assembleia da ONU:


 

340 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page