top of page

'Missa da Meia Noite' Uma Grande Surpresa Dentro da Netflix

Atualizado: 29 de ago. de 2022



Aproveitando que estamos em clima fantasmagórico de Halloween deixo aqui uma sugestão de uma série interessante e que vale a pena dar aquela conferida básica.

Quem já adentrou no universo de 'A Maldição da Residência Hill e 'A Maldição da Mansão Bly' (ambas na Netflix), conhece o jeito e estilo de Mike Flanagan em criar suspense, mistério e terror, trazendo elementos e acontecimentos do cotidiano para suas histórias. E ele sabe muito bem como usar isso tudo ao seu favor. Em 'Missa da Meia Noite' não é diferente, seu mais novo trabalho com a parceira de longa data Netflix. E arrisco em dizer que 'Missa da Meia Noite' é o seu melhor projeto até agora.


A narrativa nos faz um convite para visitar a remota ilha de Crockett, um lugar onde vivem cerca de cem pessoas. Imagine um ambiente pacato, sem grandes acontecimentos, as pessoas levam suas vidas buscando por uma fé desassistida... mas as coisas começam a mudar em Crockett com a chegada do misterioso e carismático padre Paul, que pretende restaurar a fé nesse vilarejo esquecido por Deus. Em meio a isso, fatos, eventos estranhos e sobrenaturais começam a acontecer e isso passa a ser visto como milagres pelos mais religiosos e como uma suspeita de que algo muito errado e ruim está para acontecer pelos mais céticos.



Com sete episódios muito bem fechados e construídos a série cativa e chama sua atenção. Para os mais estudiosos da Bíblia vai ser muito fácil sacar as referências embutidas em metáforas e até mesmo nos nomes dos capítulos. Pois cada um deles recebeu um dos nomes dos sessenta e seis livros da Bíblia. Partindo desse princípio temos uma história sobre conflitos religiosos, fanatismo religioso, manipulação da fé alheia e a exploração de fieis para benefícios próprios. E Flanagan constrói essa atmosfera de maneira bem instigante, infiltrando mistério, suspense, terror, drama e ainda faz uma analise crítica sobre a sociedade e seus modos peculiares de vida.

O terror em 'Missa da Meia Noite' acontece através de um subgênero bastante conhecido nosso. O que difere é a maneira como ele foi introduzido na narrativa trazendo um ar novo, perturbador e assustador. As ambientações, juntamente com a bela fotografia se tornam um deleite para os olhos. A série também consegue abordar o lado emocional e emotivo usando dramatizações que ajudam a cativar e a gerar carisma e ódio em relação a personagens icônicos e que fazem total diferença dentro produção.

Em relação as atuações é preciso elencar duas "figuras" que estão deslumbrantes. Hamish Linklater que faz o papel do padre Paul, o homem consegue entregar uma interpretação estupenda. O sujeito tem carisma, sabe muito bem conduzir a trama. Seu personagem lembra um pouco Jack Nicholson em 'O Iluminado', com suas mudanças de temperamento e fisionomia. A outra observação vai para Samantha Sloyan que interpreta Bev Keane. A mulher é fantástica, faz você sentir raiva e ódio dela praticamente o tempo todo. Aquele ar de superioridade, arrogância e preconceito, são características que fazem parte da personagem.



No geral o elenco se sai muito bem. O jovem Riley Flynn (Zach Gilford) que volta para casa dos país em busca de redenção, a professora Erin Greene (Kate Siegel) em razão de uma desilusão amorosa decide viver sozinha, o xerife Hassan (Rahul Kohli) que sofre preconceitos por ser muçulmano, todos agregam cenas importantes para narrativa.


A trilha sonora é outro ponto positivo, ela ajuda muito a desenvolver o clima atmosférico e a fortalecer ainda mais as cenas onde o drama entra em pauta.


'Missa da Meia Noite' possui suas falhas assim como toda produção tem as suas, mas no geral agrada muito e apresenta uma história repleta de situações do nosso dia a dia, com muita criatividade. Se você gosta desse tipo de ambientação que constrói o terror ao poucos e já conhece o jeito Flanagan de ser, 'Missa da Meia Noite' vai se tornar um prato repleto de entretenimento. Uma grande surpresa dentro da Netflix.

 


Título Original: Mindnight Mass

Criador: Mike Flanagan

Elenco: zach Gilford, Kate Siegel, Samantha Sloyan e Hamish Linklater

Gênero: Drama/Terror

Lançamento: 2021

Onde ver: Netflix


 














21 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page