top of page

Mesmo enraizado no Noise e Pós-Punk, “Lemons” aponta possíveis mudanças para o Fake Palms

De qualquer forma, a guitarra ainda é um instrumento sempre em destaque

Foto: Pleasence Records

Fake Palms começou como projeto musical de um homem só, o guitarrista canadense Michael Le Riche. Posteriormente, novos integrantes foram adicionados. Com dois discos na bagagem, ‘”Fake Palms” (2015) e “Pure Mind” (2017), os canadenses capturam uma sonoridade bem guiada pelo Noise-Pop.

 


 

Entretanto, segundo o próprio Le Riche, existe uma tendência da banda em colocar menos noise e criar melodias mais suavizadas no futuro. Tal afirmativa se concretiza em parte nesse álbum, caso das canções “Civil Liberties” e “Soft Fear” que trazem um sentimento Pop com melodia certeira, digerível e capazes de capturar o ouvinte na primeira audição, apresentando um instrumental mais límpido e priorizando refrãos grudentos.


De qualquer forma, a guitarra ainda é um instrumento sempre em destaque, sobretudo em faixas como “Flags” e “Drain” onde a energia e o ritmo ágil dão a tônica. Na explosiva “Visions”, Le Riche prova que herdou a guitarra de Lee Ranaldo (Sonic Youth) e faz disso seu combustível. Alternando entre o dedilhado e o riff furioso, é o instrumento que marca forte presença em “The Curl”.

Num exercício de resumir a característica maior da banda, pode-se concluir que o Fake Palms segue as regras do Indie-Pop, mas não deixa de acrescentar os ingredientes básicos da escola do Punk/Pós-Punk: atitude agressiva, letras críticas e o espírito DIY. Sendo assim, é fácil notar influências de nomes da música como Gang Of Four e Wire (basta conferir a faixa “Satellite”).

Ainda em processo de amadurecimento, o Fake Palms precisa procurar mais por sua identidade. Certamente o som mais lapidado que vem traçando seja um caminho propício para trabalhos grandiosos no futuro. Por enquanto, é um grupo bem pautado em suas influências, porém firme em seu propósito de mudar.

 


 

Lemons

Fake Palms


Lançamento: 16 de setembro

Gênero: Pós-Punk, Indie Rock, Indie Pop

Ouça: "Civil Libertines", "Satellite" e "Drain"

Humor: Cativante, Melódico, Agitado


 

NOTA DO CRÍTICO: 6,5

 

Veja o vídeo oficial de "Civil Liberties":


 


41 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page