top of page

Lula salienta luta contra a fome e descarta revanche durante o mandato: 'Democracia para sempre'

No seu discurso após a posse, Lula também mencionou a "devastação" do governo anterior

Posse do Lula (Foto: Andressa Anholete/Getty Images)


Luiz Inácio Lula da Silva proferiu seu primeiro discurso como presidente empossado neste domingo, 01. Lula comprometeu-se ao fim da fome em cerimônia no Congresso e minimizou governo vingativo.


"Não temos nenhum ânimo de revanche, mas vamos garantir o primado da lei. Quem errou responderá por seus erros, com direito à ampla defesa dentro do devido processo legal. Ao ódio responderemos com amor, à mentira com verdade, ao terror e violência com as leis e suas mais duras consequências," afirmou, conforme transcrito pelo jornal O Globo.


"Antes dizíamos 'ditadura nunca mais.' Após superarmos o difícil desafio, devemos dizer: 'Que a democracia perdure para sempre.' Para corroborar essas alegações, precisamos reconstruir a democracia em nosso país sobre bases sólidas", prosseguiu, com referências ao governo de Jair Bolsonaro.



Em comparação com seu primeiro mandato há 20 anos, Lula lamentou o recuo brasileiro no combate à pobreza e ressaltou luta pelo direito dos brasileiros de fazer três refeições por dia: "Ter que retomar este compromisso hoje, diante do aumento da miséria e da fome que havíamos superado, é o pior sinal da destruição no país nos últimos anos."



14 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page