'Doutor Estranho 2' é banido na Arábia Saudita por inclusão de personagem LGBTQ+


'Doutor Estranho no Multiverso da Loucura' foi definitivamente proibido na Arábia Saudita pela inclusão de um personagem LGBTQ+


Doutor Estranho 2, o mais novo filme do universo Marvel, traz de volta Benedict Cumberbatch na pele do Doutor Estranho enfrentando as consequências do Multiverso. O longa deve ser lançado globalmente no início de maio.


Entretanto, após rumores de uma proibição, o The Hollywood Reporter confirmou que o filme agora não será lançado na Arábia Saudita, com o Kuwait também definido para bani-lo. Os ingressos antecipados não estão mais disponíveis na Arábia Saudita, Kuwait e Catar, embora ainda estejam nos Emirados Árabes Unidos.


A censura foi entendida pelo simples fato do filme incluir a personagem America Chavez (Xochitl Gomez), que é gay nos quadrinhos de origem.


A censura a filmes com conteúdo LGBTQ+ no Golfo pode ser devido à homossexualidade ainda ser ilegal em toda região.


O recente filme da Marvel, Eternals, foi banido anteriormente na Arábia Saudita, Kuwait e Qatar por causa de uma cena de beijo entre o casal Phastos (Brian Tyree Henry) e Ben (Haaz Sleiman), com a Disney supostamente se recusando a editar o momento a pedido do local.

 

22 visualizações0 comentário