Bonifrate Mergulha Em Ondas Psicodélicas e Experimentais em 'Corisco'



Mais um belo disco lançado e produzido durante a pandemia em um estúdio improvisado em casa mesmo. Estou falando de Pedro Bonifrate, músico carioca que lançou em junho o seu mais novo álbum de estúdio chamado 'Corisco'. Uma obra que caminha por vários terrenos da moral e da existência humana. “O que seremos nós? /Imersas ilhas? /Máquinas de si mesmas? ” Assim abre Corisco com a faixa “Rei Lagarto”, o clima atmosférico presente na canção é algo que subvertem em camadas introspectivas de pura psicodelia.


Em 'Corisco' Bonifrate mergulha em uma viagem existencialista através de canções embasadas por guitarras profundas e nostálgicas que brilham espontaneamente em cada faixa do disco. E por hora você pode se ver em uma viagem alucinante de um disco dos Beatles, ou até mesmo no tropicalismo dos Mutantes. Uma verdadeira jornada introspectiva, uma ode aos bons sons.


'Corisco' é um disco totalmente psicodélico. Uma viagem visceral de aproximadamente 40 minutos. Um álbum cósmico repleto de reflexões filosóficas. Canções que nos fazem refletir em nossas relações humanas, medos e anseios que cercam nossas vidas diariamente, são Sentimentos que vão se fortalecendo a cada canção e se entrelaçam em pequenos fragmentos poéticos e líricos.

Canções longas como “Grande Nó” abrem conexões pessoais como também abrangem todo o universo ao redor. Uma viagem psicodélica que contou com a participação e colaboração de Betina Rodrigues. “Tudo há de errado no mundo”, diz a letra.

Um disco que me lembrou muito Flaming Lips, algumas coisas de Tame Impala com o universo de Boogarins e Cidadão Instigado. A prova disso é a última canção que fecha o álbum “Corisco, Pt.2”, e que música linda e magistral. Possui uns elementos formidáveis e uma letra totalmente poética. Não conhecia Pedro Bonifrate e digo que foi uma surpresa muito boa e impactante colocar os ouvidos em 'Corisco', uma obra sensacional, eficaz, bela e livre para dizer tudo aquilo que precisa ser dito pelo menos uma vez na vida.


Artista: Bonifrate

Álbum: Corisco

Selo: OAR

Gênero: Rock Alternativo e Rock Psicodélico

Ouça: "Corisco,Pt.2" e "Rei Lagarto"






































27 visualizações0 comentário