Billie Eilish sobre Paul McCartney: “Os Beatles me criaram como artista”

"Sinto que 95% do meu amor pela música se deve aos Beatles e Paul. É uma loucura pensar nisso"

Billie Eilish (Harry Durrant/Getty Images) + Paul McCartney (Dimitrios Kambouris/Getty Images

A cantora Billie Eilish expressou sua gratidão e empolgação por estar ao lado de artistas como Paul McCartney e Kendrick Lamar no festival Glastonbury 2022.


Eilish fechou o Pyramid Stage na primeira noite do festival ontem (24), apresentando 21 músicas de sua discografia. Com seu set, Eilish se tornou a mais jovem atração solo do festival, e a primeira nascida depois de 2000 a liderar o projeto. Contrastando isso está o fato de que McCartney será o headliner solo mais antigo do Glastonbury, tendo completado 80 anos no último fim de semana.


Sobre sua participação ao lado de gigantes da música, Eilish disse à NME: “Não importa quantos anos você tem, de onde você é, como você se parece ou quem você é: você pode fazer essa merda.

Billie Eilish na capa da NME

“Meu nome ao lado do deles e estar no mesmo nível que eles... é maluco. Eu lembro que Kendrick foi a atração principal de um festival que eu fui quando eu tinha 14 anos, e eu não podia acreditar que ele estava liderando esse pequeno festival porque ele era tão grande. E agora estou encabeçando o mesmo festival que ele e Paul McCartney... você está brincando comigo? Os Beatles foram o que me criou. Sinto que 95% do meu amor pela música se deve aos Beatles e Paul. É uma loucura pensar nisso.”


Eilish foi a primeira das três headliners a se apresentar, com o show de McCartney programado para hoje à noite (25), e o de Lamar amanhã à noite (26). O Glastonbury deste ano foi o segundo em que ela apareceu, tendo tocado no The Other Stage em 2019.

 

14 visualizações0 comentário