top of page

Após 24 anos, Everything But The Girl mostra com "Fuse" que ainda é ótimo e relevante

"Fuse" foi lançado em 21 de abril de 2023.

Credit: Edward Bishop.


Onde você estava no ano de 1999? O último do ano da década de 1990 foi um ano bem especial nas artes e na música isso se aplica de uma forma bem especial. Tivemos lançamento da música “Smooth” que é um dueto avassalador do guitarrista mexicano Carlos Santana com Rob Thomas que é vocalista da banda Matchbox Twenty, Eminem e Mary J. Blige lançando seus aclamados álbuns “The Slim Shady LP” e “Mary” respectivamente no mesmo dia, Britney Spears divulgando e executando seu primeiro disco “...Baby One More Time” de forma massiva, Red Hot Chili Peppers se reinventado musicalmente com o trabalho “Californication”. Mas, entre esses lançamentos, um chamava a atenção que é “Temperamental” do duo britânico Everything But The Girl.


Formado pelo casal Tracey Thron e Ben Watt em 1981, Everything But The Girl possui um som que vai do Rock e Pop até a música eletrônica com músicas dançantes, sentimentais e minimalistas que deixaram o som deles com status de cult devido aos seus álbuns lançados nas décadas de 1980 e 1990, principalmente, o “Temperamental” de 1999 que era até então o último trabalho da dupla, pois no início dos anos 2000 entraram em hiato.


Isso não significou o fim da união deles, pelo contrário, fez aumentar ainda mais o que fez eles decidirem em se casar em 2009 após 28 anos de namoro. E em termos musicais, tanto Tracey Thron e Ben Watt fizeram bons trabalhos nas carreiras solos. Mas, o público sentia falta do Everything But The Girl e em 2023 a dupla volta e lança “Fuse”, seu novo e belíssimo disco que mostra o melhor da junção entre sons experimentais e letras maravilhosas.


“Fuse” tem 10 faixas sensacionais que merecem ser ouvidas e apreciadas. O trabalho se inicia muito bem com a dançante “Nothing Left To Lose”, que permite se sentir em uma pista de dança com timbres eletrônicos, uma letra que esbanja romantismo e traz tons vocais perfeitos que pode facilmente colocar como uma das melhores músicas de 2023 podendo se encaixar como um som com um Indie Eletrônico com pegada no Pop. “Run A Red Light”, uma canção melancólica que impacta por seu instrumental minimalista que parece música de sonho com sintetizadores eletrônicos que fazem dela uma balada profunda por trazer vocais calmos com uma forte carga emocional.


“No One Knows We’re Dancing” traz um lírico que apresenta uma mistura sonora que traz força e leveza ao elevar a melancolia para algo maior que pode ser considerado humanista ou existencial dependendo da interpretação de cada um. “Interior Space” tem um sonoro que acolhe os ouvidos boamente ao trazer uma atmosfera mais acústica e densa tanto pelas suas vozes como no seu instrumental. “Lost” uma música com letra pesada e reflexiva sobre perdas, bem acompanhada de um ritmo bem elétrico.


“Caution To The Wild” é mais com sentimentalismo aflorado em ter uma canção que mostra o quanto que os músicos tiveram cuidado em trazer letra que dialoga com o ouvinte de uma forma tão bonita e empática. “Karaoke” possui uma timbragem mais simples, mas isso não é um defeito, traz um impacto bom no seu som ao combinar bem o experimental com a letra e a voz, fazendo dele um belo encerramento dessa viagem sonora.


Elegante, dançante, sentimental e surpreendente são alguns dos adjetivos que definem esse álbum da dupla que pode ser definido como um trabalho desafiador visando mostrar o quanto o Everything But The Girl é importante após 24 anos ausentes da música. E eles, felizmente, conseguiram mostrar isso. O futuro do EBTG? Não sabemos, mas podemos sorrir por lançarem em 2023 esse disco que merece a divulgação e a audição de um duo, com um ótimo e inspirador legado musical.

 

Fuse

Everything But The Girl


Gênero: Música Eletrônica, Downtempo

Lançamento: 21 de abril de 2023

Ouça: “Nothing Left To Lose”, “Run A Red Light”, “No One Knows We’re Dancing”

Humor: Atmosférico, Cativante


 

NOTA DO CRÍTICO: 8,5

 

Veja o videoclipe de “Nothing Left To Lose”:


117 visualizações0 comentário
bottom of page