top of page

Série coreana A Ilha faz uma mescla de gêneros e traz exorcismo, mitologia e lutas vibrantes

Atualizado: 27 de mai. de 2023

O universo da série é composto por humanos comuns, demônios, homens-demônios e criaturas sobrenaturais.

Foto: Prime Video

Séries coreanas ficaram na moda. O fã mais ardoroso não tem o que reclamar e, para quem deseja entrar no gênero, opções não faltam para dar início a essa tarefa. Muitas ficaram famosas e ganharam notoriedade na internet, revelando toda uma influência para séries novatas além da audiência que conseguiram conquistar, exemplo ainda recente é Round 6 da Netflix.


Nestes tempos, ouvimos falar muito de Doramas. Apesar de ser um estilo típico das séries japonesas, passou também a ser dominante em países como Coréia do Sul e China, virando febre. Um fato é que graças a tecnologia e aos streamings hoje em dia, produções asiáticas ficaram bem acessíveis sobretudo ao Brasil, o que faz o espectador criar todo um interesse nesse universo.


A Ilha (o título original é Aillaendeu) é uma série coreana cuja primeira temporada com 12 episódios estreou em 30 de Dezembro de 2022 no Brasil. Nada escapa ao seriado, pois a mistura de gêneros é uma constante: Mistério, Ação, Terror, Fantasia, Comédia e Drama. A herança dos Animes também se faz presente, inclusive, a série é adaptação de uma novela gráfica exibida na plataforma coreana Webtoon.


Won Mi Ho (Lee Da Hee), uma jovem rica e orgulhosa, se envolve em um incidente que compromete a empresa de seu pai. Por conta desse evento, ela é enviada à ilha de Jeju. Agora, precisará trabalhar numa escola por um tempo. Tudo pareceria simples em sua nova vida, mas ela acaba entrando em contato com forças estranhas e toda uma verdade por trás do lugar.


Os primeiros episódios de A Ilha chegam recheados de uma Ação que extrapola nos longos combates que apresenta. Claro que a direção prioriza lutas épicas com direito a coreografias extravagantes regradas a um Rock pesado onde os personagens são velozes, ágeis e resistentes. Isso talvez aconteça para realçar o espírito dos Animes.

Mais adiante, a Ação abre espaço ao Drama e ao Mistério decifrando gradativamente os personagens, por meio de uma narrativa que se alterna entre passado e presente repleta de flashbacks. Isso também é uma boa estratégia para inserir novos personagens, causar reviravoltas e modificar alguns pensamentos sobre os fatos da ilha.



O universo da série é composto por humanos comuns, demônios, homens-demônios e criaturas sobrenaturais. Até mesmo um padre que faz exorcismo de forma diferente não fica de fora. Misturando elementos mitológicos e religiosos, a trama une toda uma cultura que se equilibra entre o Ocidental e o Oriental.


A Ilha também encontra espaço para apostar em assuntos sérios, porém de forma leve, não fazendo disso uma apelação extremamente melodramática. Durante os episódios, também serão abordadas questão como: a violência doméstica, irmandade, vingança e dos crimes cibernéticos (a adolescente que pode ter fotos comprometedoras vazadas na internet pelo namorado ciumento e agressivo).


Os cenários escuros e cercados por florestas criam uma atmosfera sombria, acrescentando a ideia de que algo está sempre à espreita. A boa e carismática atuação do elenco infantil captura bem a essência dos flashbacks e conquista facilmente o espectador. A série conseguiu relacionar bem os personagens quando crianças e depois de adultos.


A Ilha está longe de ser uma das grandes séries coreanas da atualidade. Demora em desenvolver seus personagens, além de ter alguns episódios arrastados que repetem muitas situações e cenas de luta sem avançar muito na narrativa. Entretanto, é uma produção que pode atrair o espectador que espera uma mistura de gêneros e que gosta desses temas como exorcismo e cultura oriental.

 

A Ilha

Island


Ano: 2022

Gênero: Ação, Aventura, Drama, Fantasia

Elenco: Lee Da-hee, Nam-gil Kim, Cha Eun-Woo



 

NOTA DO CRÍTICO: 6,5

 

Trailer da série:




62 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page