Morre Ian McDonald, cofundador do King Crimson e Foreigner, aos 75 anos.

Atualizado: 10 de fev.


O multi-instrumentista e compositor Ian McDonald, mais conhecido por seus papeis como co-fundador do King Crimson e Foreigner, morreu aos 75 anos. A notícia foi divulgada em comunicado de imprensa recebido pela Rolling Stone, que afirmou que McDonald "faleceu pacificamente em 9 de fevereiro de 2022 em sua casa na cidade de Nova York, cercado por sua família".


Ian ficou conhecido como um dos principais inventor do rock progressivo, tocando saxofone e teclado no King Crimson e co-escrevendo sua icônica estreia em 1969, 'In the Court of the Crimson King'. A faixa de abertura do disco apresentava o selvagem solo de sax alto de duas faixas de McDonald, que ele havia tocado em um famoso show no Hyde Park de Londres no início daquele ano. Ele deixou o King Crimson antes do final do ano, passando para um projeto de dupla com o baterista do Crimson, Michael Giles. Ele também apareceria como músico de sessão no clássico de 1975 do King Crimson, Red.


Tempos depois McDonald co-fundou a banda de Rock Foreigner com o guitarrista Mick Jones, tocando vários instrumentos e cantando em seus três primeiros LPs- todos os quais chegaram ao Top 10.


McDonald também se apresentou como saxista de sessão no clássico álbum de 1971 de T. Rex, Electric Warrior, e mais tarde se reuniu com parte da formação original do Crimson como membro da 21st Century Schizoid Band. Seu último grande projeto foi a banda de rock de raiz Honey West.

 

Sobre Marcello Almeida


É editor e criador do Teoria Cultural.

Pai da Gabriela, Técnico em Radiologia, flamenguista, amante de filmes de terror. Adora bandas como: Radiohead, Teenage Fanclub e Jesus And Mary Chain. Nas horas vagas, gosta de divagar histórias sobre: música, cinema e literatura, e curtir as aventuras do cão Dylan. marce.almeidasilvaa@gmail.com




 

20 visualizações0 comentário