top of page

Kevin Parker do Tame Impala fala sobre 'Lonerism' no 10º aniversário do álbum

O vocalista disse que originalmente "acreditou que o álbum era uma dr*ga", mas desde então "excedeu todas as suas expectativas"

Crédito: Joseph Okpako/WireImage

Kevin Parker do Tame Impala falou sobre o processo de criação e o impacto criativo do disco 'Lonerism', no 10º aniversário do lançamento inicial do álbum.

 


 

Compartilhando seus pensamentos sobre o segundo trabalho da banda lançado em outubro de 2012, o vocalista do Tame Impala se dirigiu ao Instagram para postar uma longa reflexão sobre o processo criativo e artístico por trás de 'Lonerism'. Parker anexou a mensagem com uma cópia não editada da foto usada na capa do álbum, que foi tirada pela primeira vez em Paris há uma década.



“[É] difícil resumir o que o álbum significa para mim neste momento”, escreveu Parker, “Foi um momento muito especial para mim fazendo a música… De certa forma, foi quando eu realmente me descobri como artista.” O produtor passou a discutir o antecessor do álbum, escrevendo que o projeto de estreia do Tame Impala 'Innerspeaker' forneceu a ele um “novo senso de propósito” para criar 'Lonerism'.

 


 


“Eu finalmente me dei permissão para deixar a música tomar conta do meu ser completamente… Então eu tive essa nova sensação de liberdade criativa.” Em outra parte do post, Parker disse que, embora "se sentisse livre para ser ambicioso, estranho, pop [e] experimental" durante a produção de 'Lonerism', ele acabou tendo dúvidas à medida que a data de lançamento do álbum se aproximava, escrevendo que "tudo veio desabar” no dia do lançamento.

 


 

“Achei o álbum uma porcaria e nem imaginava as pessoas curtindo”, lembrou. Parker concluindo a mensagem comemorativa dizendo que, apesar de suas ressalvas iniciais, 'lonerism' "excedeu todas suas expectativas" e desde então alimentou um "novo senso de propósito" para "o ciclo começar novamente".

 

46 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page