top of page

Introduções, referências e considerações da primeira temporada da série “Os Outros” do Globoplay

"Os Outros" estreou no Globoplay em 31 de maio de 2023.

Foto: Paulo Belote/Globo.


Em 31 de maio de 2023, estreou no streaming Globoplay uma série brasileira chamada "Os Outros", dos gêneros Drama e Suspense, que conta com um elenco muito talentoso, incluindo as ilustres presenças de Adriana Esteves e Eduardo Sterblitch. A produção é repleta de referências e apresenta tramas interessantes, que são passíveis de análises e reflexões. Ela possui complexidades pontuais e tem como tema principal a violência em uma sociedade brasileira extremamente polarizada. Essa série merece ser assistida e divulgada, com suas camadas grandiosas de emoção.


Em "Os Outros", somos apresentados ao Barra Diamond, um condomínio aparentemente pacato onde vivem as famílias de Rogério (interpretado por Paulo Mendes) e Marcinho (interpretado por Antonio Haddad), dois adolescentes que se envolvem em uma briga. Os pais dos garotos tentam interromper as brigas, mas, ao invés disso, acabam gerando um embate que transforma o local em uma verdadeira zona de guerra. Wando (interpretado por Milhem Cortaz) e Mila (interpretada por Maeve Jinkings), pais de Rogério, entram em conflito com Amâncio (interpretado por Thomás Aquino) e Cibele (interpretada por Adriana Esteves), pais de Marcinho. Em meio a esse caos, surge Sérgio (interpretado por Eduardo Sterblitch), um ex-policial de caráter duvidoso que enxerga nesse embate uma oportunidade de lucrar com a situação.




Existe uma famosa frase dita pelo ilustre e elogiado escritor e filósofo francês Jean-Paul Sartre (1905-1980) que diz: "O inferno são os outros", como uma forma de perceber e relativizar nossas ações humanas em comparação com as outras pessoas. Essa frase busca trazer a ideia de superioridade e autoafirmação, como uma maneira de preencher o egocentrismo subjetivo que cada um possui. Nesta obra, essa citação é colocada em prática para mostrar as ambiguidades das personalidades dos personagens, revelando suas diferentes facetas e emoções.



Essa dualidade é bem demonstrada no elenco, e Eduardo Sterblitch é um exemplo marcante disso. O ator carioca, conhecido por seus personagens humorísticos como Poderoso Castiga e Freddie Mercury Prateado durante sua participação no programa "Pânico", mostra uma grande versatilidade ao trazer drama, suspense, humor e até mesmo terror em um personagem caricato, repleto de comportamentos distintos. Sua atuação é essencial para a história, agregando um elemento único ao enredo.


O outro destaque é Adriana Esteves. Ela é uma atriz muito conhecida por fazer vilãs em telenovelas e aqui ela usa essa grandiosa habilidade para trazer uma personagem controversa que mostra numa tacada só o quanto ela pode ser uma pessoa boa e má dependendo das circunstâncias apresentadas. Os outros nomes do elenco principal Paulo Mendes, Antonio Haddad, Milhem Cortaz e Maeve Jinkings também conseguem se destacar de forma positiva nas interpretações de seus respectivos personagens com suas personalidades conflitantes e únicas.



A produção, que conta com a escrita de Lucas Paraizo e a colaboração de Fernanda Torres, é do mesmo autor de sucessos como as séries brasileiras "Sob Pressão" e "Justiça", sendo esta última indicada ao Emmy International. Todas essas produções apresentam aspectos sociais importantes e relevantes. Em "Os Outros", não é diferente, e a série traz várias referências, como a frase de Jean-Paul Sartre mencionada no início deste texto. Além disso, a trama inicial é influenciada pelo filme "Deus da Carnificina" de 2011, e ao longo dos capítulos, a série incorpora o ambiente turbulento do impactante filme argentino "Relatos Selvagens" de 2014.


A obra também presta homenagem ao notável filme sul-coreano "Parasita" de 2019, abordando as diferenças econômicas e sociais, assim como as intrigas comportamentais, que são bem apresentadas pelo cineasta Bong Joon-ho. No entanto, "Os Outros" se destaca ao trazer um nível de violência extremamente forte, que é capaz de causar espanto sem desviar-se de retratar o lado mais selvagem do ser humano, que é consciente de seus atos violentos. A série também incorpora elementos fantasiosos de uma vizinhança perfeita, assim como é perceptível no cultuado filme "Beleza Americana" de 1999.


A direção é de Luisa Lima, e ela torna a série interativa e dinâmica, proporcionando uma visão imersiva das cenas que permite ao telespectador adentrar corajosamente nesse intenso universo. Vale a pena prestar atenção em cada detalhe apresentado e se envolver com a narrativa, sentindo-a intensamente.



George Orwell, escritor britânico dos renomados livros "A Revolução dos Bichos" e "1984", possui uma frase forte e precisa que diz: "A humanidade precisa se libertar do conceito de Deus e Diabo e admitir que ela mesma faz o bem e o mal". Essa frase se complementa com outra atribuída a Kurt Cobain, o eterno vocalista do Nirvana: "A cada dia, todos nós passamos pelo céu e pelo inferno!". É com essas frases que a primeira temporada pode ser analisada com uma profundidade intensa, mostrando uma produção perturbadora que sensibilizará o telespectador e o fará refletir sobre a guerra das famílias do condomínio Barra Diamond. Essa série retrata de forma social o Brasil atual, que se polarizou nos últimos anos devido à violência, ao mesmo tempo em que confronta as manifestações de afeto. Ela oferece ao público uma produção que está à altura das grandes séries internacionais.


Além de todos esses pontos, a série traz uma autenticidade artística com atuações brilhantes de seus atores e atrizes, que, dependendo da situação, despertam medo e compaixão ao mostrar o quão realísticos os personagens podem ser na vida das pessoas. Nesse contexto, uma citação extraída da bela música "Alegria, Alegria" do genial Caetano Veloso ilustra de forma impactante os contrastes, as angústias, os sentimentos e os pensamentos presentes nesses 12 episódios imperdíveis: "Eu quero seguir vivendo, amor. Eu vou. Por que não, por que não?"


Que venha a segunda temporada para sabermos se essas considerações e referências irão continuar, melhorar ou mudar!

 

Os Outros


Gênero: Drama, Suspense

Lançamento: 31 de maio de 2023

Elenco: Adriana Esteves, Eduardo Sterblitch, Paulo Mendes, Antonio Haddad, Milhem Cortaz e Maeve Jinkings

Temporada: 1

Episódios: 12


 

NOTA DO CRÍTICO: 8,5

 

Onde Assistir: GloboPlay

 

Trailer de "Os Outros":


199 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page