Graham Nash declara apoio a Neil Young e vai retirar sua música do Spotify.


Agora foi a vez do grande Graham Nash se manifestar e declarar seu apoio ao amigo Neil Young, anunciando planos para remover sua música do Spotify em protesto contra o serviço de desinformação sobre a vacina contra o coronavírus.


Young exigiu que sua música fosse retirada da plataforma semana passada, afirmando em uma carta aberta à sua administração que conteúdo como o podcast Joe Rogan Experience "espalha informações falsas sobre vacinas".


A plataforma de streaming, confirmou na quarta-ferira (26 de janeiro) que o conteúdo de Young seria de fato removido da plataforma.


A saga atraiu reações mistas da indústria da música no geral, enquanto muitos pareciam estar do lado de Young, incluindo Joni Mitchell, que também anunciou que retiraria sua discografia do Spotify por causa de sua conduta em torno da desinformação sobre vacinas, assim como o guitarrista do Crazy Horse e da E Street Band, Nils Lofgren.


Nash, amigo de longa data de Young e colega de banda do CSNY, seguiu o mesmo caminho do amigo e emitiu uma declaração à Rolling Stone na qual revelou que solicitou que seu material solo fosse removido do Spotify.


“Tendo ouvido a desinformação sobre a Covid espalhada por Joe Rogan no Spotify, eu concordo completamente e apoio meu amigo Neil Young e estou solicitando que minhas gravações solo sejam removidas do serviço”, Nash começou sua declaração.

Há uma diferença entre estar aberto a diferentes pontos de vista sobre um assunto e espalhar conscientemente informações falsas que cerca de 270 profissionais médicos ridicularizaram como não apenas falsas, mas perigosas”

E ele continua: “Da mesma forma, há uma diferença entre desinformação, na qual não se sabe que o que está sendo dito é falso, versus desinformação que é sabidamente falsa e destinada a enganar e influenciar a opinião pública. As opiniões divulgadas por Rogan são tão desonestas e não apoiadas por fatos sólidos que o Spotify se torna um facilitador de uma maneira que custa a vida das pessoas.”


Nash compartilhou parte de sua declaração no Instagram, que também o viu reconhecer a importância do Spotify e plataformas como essa para os músicos mais jovens de hoje.


“Também deve ser reconhecido que muitos músicos mais jovens e muitos músicos de todas as idades confiam em plataformas como essa para ganhar exposição a um público mais amplo e compartilhar sua música com o mundo”, disse ele.


“Nem todo mundo consegue tomar medidas como essa, o que é mais uma razão para que plataformas como o Spotify sejam mais responsáveis ​ ​​pelo conteúdo hospedado em sua plataforma, para o bem do público em geral.”


Enquanto isso, foi relatado no fim de semana que o Spotify perdeu mais de US$ 2 bilhões em valor de mercado depois que Young removeu sua música do gigante do streaming para protestar contra a desinformação sobre vacinas sendo compartilhada no podcast de Joe Rogan.

 

Sobre Marcello Almeida

É editor e criador do Teoria Cultural.

Pai da Gabriela, Técnico em Radiologia, flamenguista, amante de filmes de terror. Adora bandas como: Radiohead, Teenage Fanclub e Jesus And Mary Chain. Nas horas vagas, gosta de divagar histórias sobre: música, cinema e literatura, e curtir as aventuras do cão Dylan. marce.almeidasilvaa@gmail.com

 


56 visualizações0 comentário