Cazuza, 'O Tempo Não Para- O Show Completo': um registro de alta performance de um gênio imutável


O cantor e compositor Cazuza, durante show no Palace, em São Paulo (SP) - Masao Goto Filho/Folhapress.

Cazuza é considerado de forma merecida como um dos poetas da música brasileira ao lado de nomes geniais como Chico Buarque, Tom Jobim, Adriana Calcanhotto, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Renato Russo, Milton Nascimento, Djavan e muitos outros.


Esse reconhecimento começou na época que ele foi vocalista da banda Barão Vermelho, aflorou quando iniciou sua carreira solo e se consagrou quando lançou em 1989 o ótimo "O Tempo Não Para" um disco ao vivo que registra bem o talento dele e sua força: ele estava enfrentando uma doença chamada AIDS.


Cazuza faleceu da doença em 1990, mas, seu legado permanece vivo até hoje na música, na arte e na luta pela cura da AIDS. E isso é sentindo no novo lançamento 'O Tempo Não Para- O Show Completo (Ao Vivo)' que vem comemorar o seu 64.º aniversário, acrescido com sete faixas inéditas.


O show O Tempo Não Para, foi gravado no Canecão, no Rio de Janeiro, em outubro de 1988. E posteriormente a Rede Globo no mesmo ano de 1989, em cima desse show lançou o especial “Uma Prova de Amor”.

Cazuza foi vítima da Aids contra a qual lutou por muito tempo - Foto: Reprodução

O lançamento de “O Tempo Não Para – O Show Completo (Ao Vivo)” inicia as comemorações dos 64 anos do saudoso cantor, que serão completados no ano que vem (2023), e também integra a campanha REVIVA CAZUZA, iniciativa de Lucinha Araújo, mãe do artista, e da Sociedade Viva Cazuza, que pretende chancelar e estimular ações em torno da obra e imagem do poeta, um dos mais importantes artistas da música contemporânea brasileira, de acordo com o UOL.


Sobre o álbum, ele é maravilhoso do início ao fim. As 10 músicas já presentes no material original “Vida Louca Vida”, “Boas Novas”, “Ideologia”, “Todo Amor Que Houver Nessa Vida”, “Codinome Beija Flor, “O Tempo Não Para”, “Só As Mães São Felizes”, "O Nosso Amor a Gente Inventa (Estória Romântica)”, “Exagerado” e “Faz Parte do Meu Show” estão com um som espetacular, nítido e aplaudível que transporta o ouvinte para a época do espetáculo como se estivéssemos na plateia assistindo ao espetáculo.


Às sete músicas acrescentadas são “Completamente Blue” que faz parte do ótimo disco “Só se For a Dois" de 1987, “Vida Fácil” e “Brasil” que fazem parte do politizado trabalho “Ideologia” de 1988 sendo que a última citada foi lançada no mesmo ano como música de abertura da excelente telenovela 'Vale Tudo' da Rede Globo numa belíssima interpretação da sensacional cantora Gal Costa.


“Mal Nenhum” que faz parte do poético disco solo de estreia em 1985; “Blues da Piedade” que recebeu uma sonoridade impecável e potente sentida na voz de Cazuza e nos instrumentos musicais que a acompanham. “Preciso Dizer Que Te Amo” que antes desse show foi gravada de forma muito boa pela espetacular cantora Marina Lima no elogiado 'Virgem' em 1987 e por Bebel Gilberto de forma magnifica em 1986, mas, aqui a interpretação de Cazuza foi feita de forma tão avassaladora quanto às duas anteriores e exala muito bem o romantismo presente na letra e “A Orelha de Eurídice” que possui letra forte com sonoridade que beira a um Jazz Rock bem elétrico, agitado, envolvente e cativante.


O Tempo Não Para – O Show Completo (Ao Vivo)” é um registro magnífico desse grandioso e fabuloso artista da música brasileira que merece ser ouvido, conhecido e compartilhado por pessoas de todas as idades e gerações com suas letras sejam românticas, politicas, reflexivas ou sentimentais, pois como exalta bem a ótima música “O Poeta Está Vivo” que a ótima banda, Barão Vermelho lançou em 1990 para homenagear Cazuza de forma consagrada e bem bonitaO poeta está vivo/Com seus moinhos de vento/A impulsionar/A grande roda da história.”

 

Ficha técnica:

CAZUZA

'O Tempo Não Para-O Show Completo (Ao Vivo)'


Lançamento: 4 de abril de 2022

Gênero: Rock, MPB, Pop Rock, Blues Rock

Para quem gosta de: Renato Russo e Barão Vermelho

Ouça: "A Orelha de Eurídice", "O Tempo Não Para", "Preciso Dizer Que Te Amo" e "Faz Parte do Meu Show"


 

NOTA DO CRÍTICO: 10

 

Ouça no Spotify:
























 


Veja o vídeo de "Blues da Piedade":


 

105 visualizações0 comentário