top of page

Brasília: Sinfonia da Alvorada volta aos palcos em homenagem a JK

Atualizado: 5 de jul.

A sinfonia, encomendada por Juscelino Kubitschek para a inauguração de Brasília em 1960, não foi apresentada como planejado

Brasília: Sinfonia da Alvorada volta aos palcos em homenagem a JK
(Foto: autor desconhecido/Instituto Tom Jobim)


Em um marco histórico da cultura brasileira, a "Brasília: Sinfonia da Alvorada", composta por Tom Jobim e Vinicius de Moraes, será apresentada na Casa da Ópera de Ouro Preto, o teatro mais antigo em funcionamento da América Latina. Este evento abrirá o III Festival Arte & Movimento da Escola Saramenha de Artes e Ofícios, com entrada gratuita no dia 13 de julho.


A sinfonia, encomendada pelo então presidente Juscelino Kubitschek para a inauguração de Brasília em 21 de abril de 1960, não foi apresentada como planejado, mas ganhou vida em disco no ano seguinte. Tom Jobim, além de compor, regeu a gravação, enquanto Vinicius de Moraes recitou o texto. Radamés Gnattali tocou piano e o Coro de Câmara Dante Martinez foi conduzido por Roberto de Regina. A estreia oficial da peça só ocorreu em 1986, com Alceu Bocchino regendo e Susana Moraes, filha de Vinicius, fazendo a leitura.



Na nova apresentação em Ouro Preto, a versão original para hepteto e voz será executada por músicos da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. Este espetáculo é uma homenagem a JK, comemorando 122 anos de seu nascimento e 48 anos de sua morte. Segundo o diretor Paulo Rogério Lage, "marca a celebração de um tempo em que o presidente do Brasil se unia ao que havia de melhor na música, na literatura e arquitetura do país".



A direção é de Paulo Rogério Lage, com produção de Cristiano Ayres Figueiredo e produção executiva de Sérgio Oliveira do Amaral. A produção musical e regência são de Robson Fonseca, com arranjos de Waltson Tanaka. O recitativo será realizado pelo ator Jonas Bloch e a interpretação musical contará com Aymi Shigeta no piano, Jovana Trifunovic no violino, Katarzyina Druzd na viola, Lucas Barros no violoncelo, Renata Xavier na flauta, Wagner Mayer no trombone e Fábio Ogata na trompa. A cenografia é de Tati Trópia, iluminação de Pedro Pederneiras, som de Wellington Paim e a gerência do projeto de Sérgio Rafael do Carmo.


Serviço - III Festival Arte & Movimento


Brasília: Sinfonia da Alvorada

- Data: 13 de julho

- Horário: 20h

- Local: Casa da Ópera de Ouro Preto - R. Brg. Musqueira, 104 - Ouro Preto, MG

- Ingressos: Gratuitos, por ordem de chegada


Período do festival: de 13 a 20 de julho de 2024



70 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page