top of page

Tulipa Ruiz está de volta com o dançante e poético 'Habilidades Extraordinárias'

'Habilidades Extraordinárias' é um ato de amor da artista por sua trajetória com sons impactantes e belas letras

Foto: Nino Andres Biasizzo/Divulgação

 


 

Tulipa Ruiz é um dos grandes nomes da grandiosa música popular brasileira. Desde que surgiu em 2010, ela trouxe muita poesia lírica em volta de sons eletrônicos e dançantes com boas referências na Tropicália, Bossa Nova e Vanguarda Paulista. Detalhes que fizeram a artista ganhar admiração do público e da crítica com seu som eclético e único. Isso foi fundamental para ela ganhar prêmios como o renomado Grammy Latino em 2015. Além disso, ela fez duetos incríveis com ótimos músicos como, por exemplo, em “Cartão de Visita” com Criolo, “Dois Cafés” com Lulu Santos e “Algo Maior” com Juçara Marçal.


Agora, a cantora e compositora paulista apresenta 'Habilidades Extraordinárias' seu novo disco após 5 anos do lançamento de “Tu” lançado de forma independente e pela plataforma ONErpm. O novo trabalho saiu pelo selo musical Brocal, responsável por deixar o som mais intimista. O nome do álbum, segundo as redes sociais de Tulipa, se deve a um episódio curioso que aconteceu com ela e seu irmão, o músico Gustavo Ruiz, na embaixada dos Estados Unidos para tirar um visto de trabalho no país, onde o embaixador perguntou se eles tinham algumacomo pode ser observado a seguir. “habilidade extraordinária”

 


 

A artista diz que quando ela e seu irmão, o músico Gustavo Ruiz foram para os Estados Unidos a trabalho, o embaixador perguntou se eles tinham alguma habilidade extraordinária. Prontamente Gustavo disse que eles tinham um Grammy. O embaixador, ao ficar admirado pela conquista da dupla, chancelou o visto deles.


Tulipa completa dizendo que ser mulher, ter sobrevivido ao (COVID-19), que deixou as pessoas em quarentena e viver a correria do mundo contemporâneo cheio de tecnologia e machismo é por si também uma habilidade extraordinária.


'Habilidades Extraordinárias' é um ato de amor da artista por sua trajetória com sons impactantes e belas letras que carregam fortes nuances para a alma e coração das pessoas. Um disco que categoriza a artista como uma das portas vozes de uma geração de cantoras que tornaram a MPB mais Pop, com canções poéticas que fazem ótimas alusões ao passado do gênero.
 


 

O disco possui 11 faixas muito boas com destaque para “Samaúna” que abre bem o trabalho com uma relação bonita e poética da intérprete com a natureza em uma sonoridade espetacular. “Pluma Black” que traz a participação de Negro Leo, temos um reggae com batidas eletrônicas que faz o ouvinte viajar por suas palavras cheias de letra L. “Kamikaze Total” um som forte que ecoa com uma mensagem impactante e necessária de combater a violência contras as mulheres em uma sonoridade arrebatadora. “Novelos” um som que parece ter sido feito no auge da Tropicália nos anos 1960 com lirismo cheio de psicodelia e um som altamente elétrico.


“Acho Que Hoje Mesmo Eu Dou”, um Rock repleto de romantismo que embala corações e mentes. A faixa-título mostra a satisfação da cantora de estar viva no mundo contemporâneo com um ritmo bem frenético. “O Recado da Flor” é uma poesia de Celso Sim, muito bem cantada por Tulipa, que conta com a presença do genial pianista João Donato, dando cores e lindos tons para canção.


'Habilidades Extraordinárias' é, assim como o 'Dancê' de 2015, apresenta uma sonoridade gostosa, excelente e acessível. Sempre dando ênfase nas misturas de estilos e gêneros, entretanto, não chega a ser melhor que trabalhos anteriores da cantora como 'Tudo Tanto' de 2012 e 'Efêmera' de 2010, porém, se iguala ao nível dessas obras com sua atmosfera degustativa capaz de seduzir e impressionar os mais velhos fãs e cativar novos admiradores. 'Habilidades Extraordinárias' também carrega muitos elementos atmosféricos oriundos do Jazz e do Rock Progressivo. Onde sua lentidão é uma virtude por ser bem acompanhada de um som avassalador e de letras que retratam bem o humanismo e o sentimentalismo de Tulipa.

 

Habilidades Extraordinárias

Tulipa Ruiz


Lançamento: 23 de setembro de 2022

Gênero: Pop, Rock, MPB.

Ouça: “Samaúna", “Pluma Black”, “Kamikaze Total”.

Humor: Lírico, provocativo, sedutor



 

NOTA DO CRÍTICO: 8,5

 














253 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page