top of page

Sheryl Crow critica impacto do streaming na indústria musical: "Eu ainda acho que [criar álbuns] é uma perda de tempo e dinheiro!"

O novo disco de Crow, 'Evolution', será lançado nesta sexta-feira, 29.

Sheryl Crow
REUTERS/Eduardo Muñoz


Sheryl Crow, renomada figura da música nos Estados Unidos e detentora de prêmios Grammy, além de um lugar de destaque no Hall da Fama do Rock and Roll, está prestes a lançar seu novo álbum, intitulado "Evolution", programado para sexta-feira (29).


Em entrevista à revista Red, para a edição de maio de 2024, Crow compartilhou seus pensamentos sobre o lançamento de álbuns em uma era em que a audição completa de um disco parece estar em declínio. Ela expressou: "Eu ainda acho que [criar álbuns] é uma perda de tempo e dinheiro! As pessoas não ouvem discos como um corpo completo de trabalho. Mas eu tinha algumas músicas que pareciam muito oportunas… Então, pensei: ‘Ok, não vou fazer um álbum convencional, pensando no começo, meio e fim’. Em vez disso, é apenas uma compilação de novas músicas'".



A cantora destacou o impacto das plataformas de streaming, como o Spotify, na forma como os fãs consomem música: "Hoje, fãs escolhem músicas a dedo", observando que isso substituiu a experiência de ouvir um álbum na íntegra.


Crow também refletiu sobre a evolução da descoberta de novos talentos na era digital, contrastando com sua própria jornada: "Eu estava cantando em um bar quando um produtor chegou e me pediu para eu participar de um comercial. Foi a primeira vez que alguém disse: ‘Eu acho que você é boa, e eu vou ajudá-la a utilizar o que você faz e você vai ser paga por isso'". Ela observou que essa abordagem já não é tão comum nos dias de hoje.



113 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page