top of page

Robert Plant revela que a ideia de reunir o Led Zeppelin não convém: "Não me sinto estimulado"

Atualizado: 29 de out. de 2022

Ele revelou que não aprova a ideia de “voltar à fonte para obter algum tipo de aplauso maciço”

(Foto: Laurance Ratner/WireImage)


O lendário Robert Plant falou sobre a hipótese de tocar músicas do Led Zeppelin ao vivo e a suposta ideia de reunir a banda novamente, dizendo que isso não lhe “agrada” e nem soa “estimulante”.


A emblemática banda se separou em 1980 após a morte do baterista John Bonham. Desde então, eles se reuniram algumas vezes, mais recentemente em 2007, mas apenas para eventuais shows. Em suas apresentações solo, Plant costuma tocar faixas do zeppelin.



Em uma entrevista recente para The Los Angeles Times, Plant, que lançou seu novo disco colaborativo com Alison Krauss este ano, falou sobre revisitar as canções e uma apresentação em particular de ‘Immigrant Song’ há alguns anos na Islândia.


“Eu sei que o falsete de garganta aberta que eu consegui inventar em 1968 me carregou até eu me cansar disso”, explicou ele sobre sua voz. “Então esse tipo de timbre vocal exagerado se transformou e foi para outro lugar.


“Mas, na verdade, eu estava tocando em Reykjavík, na Islândia, cerca de três anos atrás, pouco antes do COVID. Era Midsummer Night e havia um grande festival, e eu peguei minha banda e disse, ‘Ok, vamos tocar ‘Immigrant Song’. ‘Eles nunca tinham feito isso antes. Nós apenas acertamos, e bang – lá estava. Eu pensei, ‘Oh, eu não achava que ainda poderia fazer isso’”

Questionado se ele gostaria de reunir o Led Zeppelin para fazer mais do mesmo, ele respondeu de imediato: “Voltar á fonte para obter algum tipo de aplauso maciço – isso literalmente não satisfaz minha necessidade de ser estimulado”.


 


109 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page