top of page

Reveladas fotos inéditas de Naomi Watts como estrela do cancelado prequel de Game of Thrones

O projeto pretendia explorar a era milenar antes dos eventos da série aclamada que foi transmitida de 2011 a 2019.

Naomi Watts
Imagem: Reprodução.


A HBO decidiu não prosseguir com a produção de um prequel altamente antecipado de "Game of Thrones", estrelado por Naomi Watts.


Originalmente conhecido internamente como "Blood Moon" e referido por George R.R. Martin, autor da saga, como "A Longa Noite", o projeto pretendia explorar a era milenar antes dos eventos da série aclamada que foi transmitida de 2011 a 2019.


A premissa da série prometia mergulhar nos segredos obscuros da história de Westeros, revelando a origem dos Caminhantes Brancos, desvendando os mistérios do Leste e contando a verdadeira história dos lendários Starks. "Essa não é a história que pensamos conhecer", indicava a sinopse, prometendo uma nova perspectiva sobre o universo de "Game of Thrones".




A série, que teria Jane Goldman como showrunner e S.J. Clarkson na direção do piloto, até realizou gravações preliminares, incluindo testes de maquiagem com Naomi Watts que foram recentemente revelados por Flora Moody, maquiadora do projeto, em seu perfil do Instagram. No entanto, apesar do entusiasmo inicial, a HBO decidiu cancelar o projeto em 2019, antes mesmo de sua estreia, deixando os fãs na expectativa sobre o que poderia ter sido.


Além de Watts, o elenco contaria com nomes como Josh Whitehouse, Miranda Richardson e Jamie Campbell-Bower, prometendo uma produção de alto calibre que exploraria as raízes e os mistérios do mundo de "Game of Thrones".



Enquanto isso, a HBO continua expandindo o universo de "Game of Thrones" com outros derivados, incluindo a segunda temporada de "A Casa do Dragão", focada na família Targaryen. Apesar do cancelamento de "Blood Moon", o interesse nos mitos e lendas de Westeros permanece forte, com mais projetos inspirados na obra de George R.R. Martin em discussão, embora, conforme declaração recente do CEO da emissora, Casey Bloys, esses projetos ainda estejam longe de se tornar realidade.



146 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page