Por dentro da trama da série 'Intimidade', o mais novo drama espanhol da Netflix; confira

Cuidado com os SPOILERS!!

Divulgação Netflix

A série original Netflix, foi criada por Verónica Fernandéz e Laura Sarmiento, contendo oito episódios, traz em seu elenco Itziar Ituño (a Raquel de Lá casa de Papel), Verónica Echegui e Ana Wagener. Malen, personagem de Ituño tem sua vida literalmente virada do avesso ao ter um vídeo íntimo vazado pela imprensa e posteriormente nas redes sociais.


Ela ocupa cargo público de (vice prefeita) e está prestes a lançar sua candidatura a prefeitura quando acontece o vazamento do vídeo íntimo. Apesar de ter sua vida e de sua família abalada, ela lida com o assédio, as piadinhas de mau gosto e o machismo de cabeça erguida e pulso firme. Mas Malen não é a única que está passando por esse sofrimento, logo no início da série podemos testemunhar o suicídio de Ane (Verónica Echegui); sua irmã Bego (Patrícia Lopez Arnaiz) fica em choque com a morte da irmã e logo em seguida descobre que Ane vinha sofrendo forte assédio no trabalho por vazamento de fotos e vídeos íntimos, a moça procurou a diretoria da empresa onde trabalhava pedindo ajuda e eles nada fizeram para conter o forte assédio que ela vinha sofrendo, e infelizmente decidiu por um fim na sua vida.

A série também nos apresenta a Alicia (Ana Wagener) destemida e disposta a ajudar mulheres vítimas de assédio, ela vai firme na investigação dos casos de Ane e Malen, e se depara com o sub mundo do jogo politico. A policial também luta por direitos iguais para comunidade LGBT.


A seguir podemos ver Leire (Yune Nogueiras) filha de Malen que começa a sofrer ameaças do ex namorado, ele ameaça a divulgar fotos e vídeos íntimos dos dois. Muitas pessoas perguntam se a série é baseada em fatos, ou seja, se de fato, o que é descrito ali aconteceu na realidade. Uma das criadoras da série Verónica Fernandéz disse em uma entrevista recente que não: "a vida pode mudar em um momento por causa do som de uma mensagem". Quantas histórias semelhantes já não ouvimos por aí e que nos remetem a pensar o mesmo, convido a você caro leitor a conferir e tirar suas próprias conclusões. É, a arte imitando com êxito a vida real.

 


 



26 visualizações1 comentário