top of page

Kate Bush deu permissão a 'Stranger Things' para usar sua música por ser uma super fã da série



Kate Bush supostamente concedeu permissão para série Stranger Things da Netflix, usar sua faixa de 1985, 'Running Up That Hill' por ser fã devota do seriado.


A procura pela canção de Bush cresceu significativamente nas plataformas de streaming após aparecer na parte I da 4ª temporada da série. O hit dos anos 80 com a pegada rítmica embalada por um synth pop, ganhou o gosto da geração z, e fez muita gente redescobrir a cantora. O sucesso seminal de Bush aparece na série em um momento chave envolvendo a personagem Max Mayfield (Sadie Sink).



A música que faz parte do disco 'Hounds of Love' de Bush, ultrapassou a canção 'Wuthering Heights' (também da cantora) no Spotify e se tornou o título mais popular no serviço de streaming. Foi descrito como “o maior ganhador no gráfico global do Spotify” pelos gigantes do streaming.


Agora, a supervisora ​​musical da série, Nora Felder, explicou à Variety como eles conseguiram a permissão de Bush para usar a faixa na 4ª temporada da série.


“Cada uma das possíveis colocações de músicas nos roteiros iniciais foi marcada com o espaço reservado, 'música TBD Max'”, disse Felder. “A partir daí, fiz um esforço para me alinhar internamente com o que os Duffers achavam que eram os elementos mais importantes necessários e minha própria compreensão intuitiva dos sentimentos complexos de Max.”


Felder ainda continuou dizendo que quando ela desembarcou em 'Running Up That Hill', a música "imediatamente me impressionou com seus acordes profundos da possível conexão com as lutas emocionais de Max e assumiu mais significado à medida que a música de Bush marinava em minha consciência".


“Sentei-me com meu coordenador de liberação e expus todas as cenas roteirizadas para usos de músicas que conhecíamos naquele momento”, continuou ela. “Conhecendo os desafios, passamos a criar descrições de cenas elaboradas que fornecessem o máximo de contexto possível para que Kate e sua equipe tivessem uma compreensão completa dos usos. Quando terminamos, estávamos no limite, mas empolgados e esperançosos.”


Em seguida, o supervisor de música teve que rastrear a editora, o que a levou a Wende Crowley, vice-presidente sênior de marketing criativo, cinema e TV da Sony Music Publishing, que recebeu o pedido.

“Nora Felder veio até nós antes da pandemia para discutir a ideia de usá-la como a 'música' de Max para esta temporada”, disse Crowley. “Ela queria ter certeza de que estava dentro do reino das possibilidades antes de conquistar os [produtores executivos] The Duffer Brothers com a ideia, já que a música seria um ponto focal para o enredo de Max”.


Crowley continuou: “Kate Bush é seletiva quando se trata de licenciar sua música e, por causa disso, nos certificamos de obter páginas de roteiro e filmagens para ela revisar, para que ela pudesse ver exatamente como a música seria usada”.


Bush, sendo uma grande fã de Stranger Things, concedeu permissão a eles após entender a intenção e a visão da música.

 




54 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page