top of page

Geezer Butler fala sobre possível último show do Black Sabbath

Ele mencionou ainda que ele e Osbourne têm se mantido em “contato” quase diariamente

Geezer Butler e Ozzy Osbourne.
Geezer Butler e Ozzy Osbourne. Crédito: Tibrina Hobson/WireImage


Geezer Butler, baixista do Black Sabbath, comentou recentemente sobre a possibilidade da banda se reunir para um último show. Em entrevista a Eddie Trunk do SiriusXM, Butler expressou sua vontade de realizar uma última apresentação com a formação original da banda, conforme relatado pelo portal NME.


No início deste mês, Ozzy Osbourne também demonstrou interesse em um show final com o baterista cofundador Bill Ward, que não participou das reuniões da banda entre 2011 e 2017 devido a um contrato que considerou "irracional". Osbourne afirmou que "aproveitaria a chance" de tocar novamente com Ward.



Butler concordou com Osbourne, afirmando que ambos "concordaram" em fazer um último show. No entanto, ele destacou um grande obstáculo: a participação de Bill Ward. Segundo Butler, "É claro que há interesse da minha parte em fazer isso, mas há um grande 'mas' - você teria que falar com Bill sobre isso. Todo mundo quer fazer isso, mas não sei se ele é capaz de conseguir."



A declaração de Butler foi transcrita pelo Blabbermouth, onde ele reiterou o desejo coletivo da banda, mas também a incerteza sobre a capacidade de Ward de participar de um último show.


"Ozzy queria encerrar tudo no próximo ano em Aston, no estádio Aston Villa em Birmingham. Estou definitivamente pronto para isso, para encerrar tudo. Eu e Ozzy concordamos, mas não sei sobre os outros," acrescentou Butler.



Quando perguntado se Ward estaria disposto a se reunir com a banda para tocar algumas músicas ou talvez gravar, o baixista respondeu: “Acho que não. Talvez, não sei. Com a tecnologia de hoje, talvez algumas músicas, mas quem sabe? Não haveria nenhuma viagem envolvida. Na verdade, não estaríamos todos juntos no estúdio ao mesmo tempo. Então, poderia ser feito dessa forma – talvez.


Tony Iommi também se manifestou sobre a possível reunião: “Seria algo legal de se fazer, mas se isso vai acontecer é outra história. Veremos. Quero dizer, quem sabe?"



44 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page