top of page

Eclipse solar reacende sucesso do Soundgarden: 'Black Hole Sun' lidera paradas novamente

Fenômeno astronômico impulsiona ressurgimento da música icônica da banda de rock, alcançando o topo das paradas mais uma vez.

Soundgarden
Imagem: Reprodução.


O eclipse solar total que ocorreu em 8 de abril de 2024 não apenas marcou um evento astronômico espetacular, mas também teve um impacto cultural surpreendente, especialmente nos Estados Unidos. O fenômeno, visível em toda a América do Norte, causou um ressurgimento do sucesso de 1994 do Soundgarden, "Black Hole Sun", que dominou as paradas musicais mais uma vez.


A faixa, que completa 30 anos desde seu lançamento original como o terceiro single do álbum "Superunknown", alavancou a banda ao topo da Billboard Hot Hard Rock Songs. "Black Hole Sun" continua sendo a música mais popular do Soundgarden até os dias de hoje, demonstrando sua atemporalidade e impacto duradouro na cultura musical.



O vocalista Chris Cornell, responsável pela composição da música, revelou em uma entrevista à Uncut Magazine, em 2014, a origem peculiar da inspiração por trás da faixa: "Eu a escrevi dirigindo para casa do Bear Creek Studio em Woodinville, a 35-40 minutos de Seattle. Surgiu de algo que um âncora de telejornal disse na TV e eu ouvi errado. Ouvi 'blá blá blá sol do buraco negro blá blá blá'. Eu notei que isso poderia se tornar um título incrível de música".


Cornell, ao chegar em casa, imediatamente registrou a ideia em um gravador e, no dia seguinte, a desenvolveu, fazendo algumas mudanças no verso para tornar a melodia mais interessante. A letra da música, segundo ele, convida a diversas interpretações e reflexões pessoais, o que contribui para sua relevância contínua ao longo dos anos.


O vocalista compartilhou sua surpresa com o sucesso da música, admitindo que inicialmente não tinha certeza se a banda iria gostar dela: "Eu escrevi a música pensando que a banda não iria gostar – então ela se tornou o maior sucesso daquele verão".



Ouça a canção abaixo:



12 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page