top of page

Caetano Veloso anuncia datas de shows em São Paulo para comemorar os 50 anos do disco 'Transa'

O cantor já havia anunciado duas datas no Rio de Janeiro, programadas para os dias 11 e 12 de novembro, na Arena do Jockey Club Brasileiro.

Imagem: Reprodução


Caetano Veloso expandiu sua série de shows em comemoração aos 50 anos do icônico álbum "Transa" (1972). Após uma apresentação no festival Doce Maravilha que enfrentou alguns problemas, o cantor já havia anunciado duas datas no Rio de Janeiro, programadas para os dias 11 e 12 de novembro, na Arena do Jockey Club Brasileiro.


Agora, foram oficializados mais dois shows, marcados para os dias 25 e 27 de novembro, em São Paulo. As apresentações acontecerão no Espaço Unimed. A primeira data, que já havia sido anunciada anteriormente, teve seus ingressos esgotados. No entanto, os ingressos para a segunda data ainda estão disponíveis para compra, podendo ser adquiridos pelo site Ticket360 (com taxa de conveniência) ou diretamente na bilheteria do local (sem taxa).



Valores dos ingressos:

  • Pista: R$ 440,00 (inteira) e R$ 220,00 (meia ou ingresso solidário)

  • Pista Premium: R$ 680,00 (inteira) e R$ 340,00 (meia ou ingresso solidário)

  • Camarotes A: R$ 920,00 (inteira e individual)

  • Camarotes B: R$ 880,00 (inteira e individual)


Este evento oferece a opção de um "Ingresso Solidário", que permite ao público adquirir ingressos com desconto mediante a doação de 1 kg de alimento não perecível na entrada do evento, com exceção de sal e farinha.


Originalmente, a performance de "Transa" estava planejada exclusivamente para o evento Doce Maravilha, que aconteceu em 13 de agosto no Rio de Janeiro. No entanto, as condições não foram muito favoráveis. Naquela ocasião, a cidade foi impactada por chuvas intensas, especialmente na região da Marina da Glória, onde o evento estava programado.



Como consequência desses eventos climáticos, o show de Caetano Veloso sofreu um atraso de quase cinco horas e teve que ser realocado para outro palco, quase sendo cancelado. Quando o artista finalmente se apresentou, muitos espectadores já haviam deixado o local.


Caetano e Transa


Em "Transa", Caetano Veloso refletiu todo o sentimento recluso da época da Ditadura Militar. Lançado em 1972, o disco foi gravado por Caetano durante seu exílio em Londres, Inglaterra, pouco antes do músico retornar ao Brasil.


Um trabalho que contou com grandes nomes, como Gal Costa, Jards Macalé e Tutti Moreno, nos arranjos. Isso contribuiu para a construção sonora do álbum, que mescla grandiosamente a efervescência do rock britânico dos anos 60 e 70 com a Tropicália da cultura brasileira. Uma mistura fabulosa de ritmos e sons, como guitarras agudas, percussão, berimbau e o próprio violão.


Cinquenta anos após o seu lançamento, este álbum continua atemporal, representando um dos marcos mais importantes na discografia deste artista que, em meio a ambiguidades, conseguiu sintetizar o Brasil em toda a sua totalidade. É um daqueles discos que surgem de encontros grandiosos entre artistas em um momento histórico e específico. Torna-se praticamente impossível replicar o que foi realizado aqui.




21 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page