top of page

Velho Amarelo apresenta o EP 'Infinito', recheado de melancolia e letras líricas

Um EP bonito e excêntrico de melodias apaixonadas.

Imagem Reprodução.


Velho Amarelo é uma banda de rock alternativo que surgiu em meados de 2020, durante um período tumultuado e árido da pandemia do COVID-19. A banda, formada no Pará, encontrou na música e na cultura pop um refúgio para sobreviver e resistir aos tempos difíceis e isso ressoa magistralmente no primeiro EP do grupo intitulado 'Infinito', que foi lançado em 15 de abril de 2023 e explora temas como traumas, dor, nostalgia e juventude em um conjunto de cinco faixas que bebem agridocemente da fonte do Indie Rock.


A banda é formada por Zigo Catatau (Bateria), Ian Lemos (Voz e Baixo), Murilo Melo (Guitarra) e Romulo Ferreira (Voz e Teclado).



A primeira faixa que abre o trabalho da banda, "Tudo Nasce e Morre" já caracteriza muito bem as influências do Rock Alternativo em uma canção embalada por ótimos ganchos de guitarras, vocais nostálgicos e versos poéticos que descrevem muito bem o cenário pandêmico e as angústias que cercam a juventude nesses tempos modernos. "Tenho medo de me perder mais uma vez/Tudo nasce e morre em mim/Na tentativa de ser o melhor enfim".

A canção foi lançada em fevereiro e já atingiu a marca de 1.000 reproduções no Spotify.


Em sequência, a melancolia ganha vida em camadas cintilantes na bonita e climática "Infinito", que empresta o seu nome ao EP. Uma canção que detalha o processo criativo do grupo e a ponta a direção para o primeiro álbum cheio. "Out of Reach" é a única faixa cantada em inglês do trabalho e emula o grupo acenando para novos caminhos em sua trajetória que está apenas iniciando. Entanto, fica essa curiosidade pairada no ar para ouvir um material cheio do Velho Amarelo. Talento e criatividade a banda já mostrou ter para alçar voos maiores.



Um EP bonito e excêntrico de melodias apaixonadas, a apresentação de uma banda formada por jovens com muito a dizer sobre os nossos tempos de modernidade. Guarde bem esse nome, Velho Amarelo.




35 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page