top of page

Vamos apoiar: HQ brasileira "Riscos no Escuro 2: Frágil" ganha campanha no Catarse

A estreia oficial do "Riscos no Escuro 2" está programada para ocorrer durante a CCXP23.

Imagem Reprodução.


Na última segunda-feira (7), o coletivo Bereguedê, composto por artistas independentes de várias regiões do Brasil, deu início a uma campanha coletiva no Catarse para financiar o lançamento do segundo volume da coletânea "Riscos no Escuro". A estreia oficial do "Riscos no Escuro 2" está programada para ocorrer durante a CCXP23. Durante esse evento, os apoiadores terão a opção de escolher entre retirar suas cópias diretamente com Daniel Sousa em sua mesa no Artists' Valley ou receber os exemplares via Correios, com frete gratuito. Diversas prévias do projeto estão disponíveis para visualização.




Tal como no volume anterior, o segundo capítulo da coletânea "Riscos no Escuro" intitulado "Frágil", convida os leitores a embarcar em 9 narrativas inéditas que partem todas do mesmo ponto de partida. No entanto, cada uma trilha um caminho distinto, variando desde o introspectivo até o extravagante, do íntimo à fantasia. As histórias presentes nessa antologia são verdadeiros universos autônomos, sendo que cada equipe criativa gozou de total liberdade para seguir sua própria direção. Portanto, fica o convite para explorar essas tramas únicas e diversificadas!




A compilação abrange 9 narrativas, cada uma com extensão de 10 páginas, apresentadas no formato A5 (14,8 x 21 cm). O miolo do livro compreende 116 páginas em preto e branco, utilizando papel offset de 90g, enquanto a capa é confeccionada com cartão triplex de 300g, apresentando uma lombada quadrada.


Junto com Daniel Sousa, que também é responsável pela organização e edição da antologia, o time criativo é composto por Erika Atayde, Juliano Sousa, Igor Tavares, Bruno Brunelli, Felipe Coutinho, JV Santos, Felipe Manhães, Rodrigo Cândido, Inês Barreto, Carlos Sekko e Will Rez.


A campanha no Cartase vai durar media de 30 dias para mais informações, acesse a página.



(Fonte de pesquisa para matéria: portal Omelete).




64 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page