top of page

Tina Turner é celebrada em emocionante homenagem no Grammy

A premiação reverenciou a estrela do rock'n'roll com discursos e performances que destacaram seu legado inestimável na música.

Tina Turner
Imagem: Reprodução.


Na noite deste domingo (04), a Cripto Arena de Los Angeles, Estados Unidos, foi palco de uma cerimônia do Grammy marcada por momentos de intensa emoção, especialmente durante a homenagem póstuma à icônica cantora Tina Turner, que faleceu no ano passado aos 83 anos. A premiação reverenciou a estrela do rock'n'roll com discursos e performances que destacaram seu legado inestimável na música e sua influência duradoura.


Oprah Winfrey, renomada apresentadora de TV e amiga pessoal de Turner, proferiu um discurso tocante, exaltando a cantora como uma "figura imponente" no universo musical. Winfrey descreveu Turner como "nossa eterna deusa do rock'n'roll", elogiando sua capacidade de inspirar milhões através de sua graça, garra, alma e poder. "Nosso amor e respeito por Tina cresceram ainda mais ao testemunharmos sua corajosa reivindicação de liberdade," afirmou Winfrey, ressaltando a profundidade da amizade e admiração que sentia por Turner.



A cerimônia seguiu com uma performance memorável de Fantasia Barrino, que interpretou "Proud Mary", um dos maiores sucessos de Turner. A apresentação de Barrino foi aclamada, servindo como um tributo adequado à energia e ao espírito inabaláveis que Tina Turner sempre representou em sua vida e carreira.


Confira abaixo:






13 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page