top of page

The Last of Us confirma o que todos suspeitavam sobre David; confira

O texto a seguir contém EXPOILERS.

Imagem Reprodução.


Desde o infectado violento até a Kathleen obcecada com a vingança, The Last of Us não ficou sem vilões. 1ª Temporada, 8º Episódio, "Quando Mais Precisamos", David é o pior: como no jogo, as suas verdadeiras intenções aparecem quando Ellie começa a se rebelar. Mas o programa responde finalmente o que David faria se Ellie não tivesse escapado, e é nojento.


David, líder de uma comunidade religiosa no Colorado, acredita que é uma espécie de salvador. Ele conhece Ellie enquanto ela está caçando e, embora pareça legal no início, logo fica claro que não é. Ele quer matar Joel e trazer Ellie para o rebanho. Há más vibrações pairando sobre David, especialmente quando ele deixa claro que pretende violentar Ellie.



No jogo, David é o "canibal" inimigo que Ellie encontra - nunca um pedófilo. No entanto, os fãs especulam há muito tempo que David tinha intenções sexuais com Ellie apenas por pequenas interações. David apresentou-se como um nobre estranho, mas, na verdade era manipulador e doente. Também mostrou sinais de ser um predador sexual durante as interações físicas, como segurar a mão dela e prendê-la no restaurante em chamas.


Essas ações podem revelar David pelo monstro que ele é, mas os fãs sempre debateram se ele queria abusar de Ellie porque ele nunca disse isso claramente. Mas até um dos seus capangas afirmou que ela era seu "mais novo animal de estimação". Ellie parecia que ia ser mais do que comida para David — parecia ter planos piores. É amplamente aceite que David nunca foi um canibal que sequestrou Ellie para comer.



A série de TV The Last of Us mostra uma história mais complexa de David — que explica, mas não desculpa, o seu narcisismo e o que queria fazer com Ellie. A série apresenta David como um líder religioso que encontrou Deus após o apocalipse. Antes, era apenas um professor, uma bandeira vermelha surpreendente que fazia os espectadores se preocuparem com seus alunos antes do surto. Ele é o líder de um grupo religioso onde a maioria dos seguidores está apenas fingindo para sobreviver. Apenas alguns deles sabem que estão ingerindo carne humana, e quase todos temem David, ficando evidente em seus rostos.


Outro ponto a se considerar sobre David é seu comportamento com as adolescentes. Em uma cena, ele bate em uma garota que está pedindo justiça para o pai e, logo depois, a consola dizendo que será seu novo pai. David tenta conquistar a confiança de Ellie fazendo a mesma coisa mais tarde, sugerindo que poderia substituir Joel como o seu pai. É a mesma máscara de "bondoso" que predadores utilizam para atrair crianças para armadilhas, oferecendo-lhes "doces" ou pedindo-lhes que ajudem a encontrar seu cachorro perdido.


Suas intenções não ficam claras até o final do conflito entre David e Ellie. Assim como ocorre com o resultado de uma partida, David imobiliza Ellie e se senta em cima dela enquanto ela luta para se libertar. Mas, ao contrário do jogo, David confirma os seus planos de abusá-la com duas falas. "A luta é a parte que mais gosto" e "No amor não há medo". Apesar de a primeira linha poder significar que ele se agrada de lutar ao matar gente, de jeito nenhum a última parte poderia ter conotações sexuais. David nunca matou inocentes pelo simples prazer de fazê-lo, apenas o fez por necessidade.




122 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page