top of page

That! Feels Good!: um ótimo disco de Jessie Ware que traz a Disco Music e o Soul clássico para 2023


"That! Feels Good!" foi lançado em 28 de abril de 2023.

Credito: Press.


O Pop é fascinante e interessante por vários motivos. A todo momento e em todo lugar do mundo, tem sempre algum artista que se embarca nesse gênero para mostrar, em termos nacionais e posteriormente em termos mundiais, compartilhar seu som e seu talento para gravar seu nome na história da música. Poderia dizer o nome de vários artistas que conseguiram esse feito ao longo dos anos, entretanto, quero destacar um que tem chamado positivamente a atenção por sua sonoridade desde 2012. Esse nome da música é Jessie Ware.


Jessie Ware é uma cantora e compositora britânica nascida em 15 de outubro de 1984, que faz um trabalho bem cuidadoso com a música e vem mostrando uma evolução muito grande. Seu primeiro trabalho, antes da música, foi ser jornalista, onde por um tempo trabalhou no conceituado jornal “The Daily Mirror”.



Quando passou a se dedicar totalmente à música, seu caminho inicialmente foi devagar até chegar o ano de 2017 quando lançou “Glasshouse” seu 3º disco de estúdio que continha a faixa “Midnight” um mega hit que agitou a década de 2010. Três anos depois, em 2020, ela lançou “What’s Your Pleasure?” seu 4º e excelente disco com fortes referências da Disco Music e Música Eletrônica em um pop maravilhoso de se ouvir. E agora em 2023, ela mantém o alto nível com o ótimo “That! Feels Good!”, acrescentando ao seu som, elementos de Soul e R&B clássico de forma acolhedora, deslumbrante e fina.


“That! Feels Good!” possui apenas 10 músicas que passam uma sensação de quero mais por serem faixas elegantes, espetaculares e agradáveis. A faixa-título leva o ouvinte a uma hipnose sonora cativante e envolvente que transporta o mesmo para o álbum anterior da artista, são camadas que abraçam e destacam a magistralidade de um disco que trafega lindamente por momentos dançantes e sentimentais, dos quais aquecem o coração. O poder sonoro do instrumental que compõe essa canção soa alucinógeno, sem falar na voz extremamente cristalina e uma letra bem chiclete que é impossível de se esquecer.



“Free Yourself”, leva mais uma vez o ouvinte para as pistas de dança com um som que parece ser uma mistura maravilhosa da Disco Music dos anos 1970 com o Dance dos anos 1980 e a Eurodance dos anos 1990 com uma letra bem alegre, solar e viva com um instrumental extremamente maravilhoso e um vocal fortemente inspirado em Diana Ross e Donna Summer que caracteriza essa faixa com uma das melhores do álbum.


“Pearls” traz para essa festa o uso do City Pop (que é Música Pop Japonesa) transformando a canção em uma ode da Disco Music com um toque futurista e atmosférico que ganha ainda mais força com a voz afiada de Jessie Ware, A letra segue um romance convidativo para dançar. Em “Begin Again”, segue na mesma linha de um jeito bem linear e muito bom.


Jessie Ware já foi comparada com a cantora Sade e em “Hello Love” ela traz uma canção cujo som e voz são inspirados na Sade, algo que afirma ainda mais a inspiração e influência da artista. A música transita por um romance e sonoridade com fortes elementos do Soul e R&B.


“Freak Me Now”, aposta em um som bem suingado que traz a Disco para o universo do Funk estadunidense com um instrumental que se espelha nas músicas dançantes de James Brown e Prince. Aqui, a letra soa leve e descontraída, mais um destaque do álbum. “Shake the Bottle” segue na mesma linha, com o diferencial, de possuir características que lembram Hip Hop dos anos 1980.


Fazendo um trocadilho traduzido com o nome do disco, “That! Feels Good!” é um disco que se pode dizer “Uau! Isso é muito bom!” porque é um disco muito bem trabalhado sonoramente e rico em aspectos criativos. Com certeza um lançamento de peso para 2023. Um trabalho que entrega canções inesquecíveis, sonoridade eclética e a doce e translúcida voz de Jessie Ware que continua se mantendo uma grande revelação do pop.

 

That! Feels Good!

Jessie Ware


Gênero: Disco Music, Pós-Disco, Funk, Pop, R&B

Ouça: “Free Yourself”, “Pearls”, “Freak Me Now”

Humor: Gracioso, Sensual, Cintilante


 

NOTA DO CRÍTICO: 9,0

 

Veja o vídeoclipe de "Free Yourself":


197 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page