Suposta morte da rainha Elizabeth pode ter sido uma mera confusão envolvendo Mark Lanegan, entenda.


Um relato falso de que a rainha Elizabeth II havia morrido pode ser um mal-entendido ligado ao ex- vocalista do Queens Of The Stone Age, Mark Lanegan, que morreu no início desta semana.


O Hollywood Unlocked afirmou que recebeu a confirmação exclusiva de uma fonte de que a monarca britânica falecera na manhã de terça-feira (22 de fevereiro).

Mas a notícia era falsa. Em uma declaração não relacionada, o Palácio de Buckingham anunciou ontem (23 de fevereiro) que a rainha havia falado com o primeiro-ministro Boris Johnson por telefone, apesar de sofrer sintomas leves após um recente diagnóstico positivo de COVID.


Entretanto, o fundador do Hollywood Unlocked, Jason Lee, disse ao Buzzfeed News que ele mantém a história.

 

“Eu nunca postaria algo assim se não confiasse na pessoa que me disse. As pessoas estão perguntando porque postamos sem permitir que a família real ou o Palácio divulgassem uma declaração. Por quê? Porque nós quebramos histórias, e eu quebrei muitas histórias que foram factuais. Nunca erramos”, disse ontem à publicação.
 

Uma fonte sugeriu ao Buzzfeed que pode ter havido um mal-entendido relacionado à morte de Mark Lanegan – ex-vocalista do Queens Of The Stone Age – que morreu inesperadamente na terça-feira. Lee não respondeu a essa sugestão.


Em vez disso, o CEO alegou que um convidado que é próximo da rainha recebeu um telefonema, “reagiu emocionalmente a algumas pessoas, e essas poucas pessoas foram informadas de que foi isso que aconteceu”. O convidado estava no casamento do editor-chefe da Vogue britânica, Edward Enninful.

De acordo com Lee, a rainha deveria comparecer ao casamento em Wiltshire na terça-feira. Mas Sua Majestade não foi incluída em nenhuma lista de convidados publicada, não tem relacionamento pessoal com Enninful, raramente participa de casamentos de celebridades e, de qualquer forma, estava isolada devido ao COVID.

Lee defende a execução da história: “Foi literalmente quebrar um fato. Nossas intenções são ser factuais, ser os primeiros ao relatar acontecimentos e confiar em nossas fontes. E neste caso, foi o que fizemos. Não fazemos histórias de clickbait. Nós não criamos fofocas.”


O ex -vocalista e solista do Screaming Trees, Lanegan, cantou em vários dos primeiros álbuns do Queens Of The Stone Age, incluindo 'Rated R' (2000) e 'Songs For The Deaf' (2002).

Ele morreu aos 57 anos na terça-feira. Veja os tributos ao lendário cantor e compositor aqui.

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo