Space Afrika: e o Encontro do Experimentalismo com a Música Ambiente em 'Honest Labour'


A dupla de Manchester, Joshua Inyang e Joshua Reid, ambos descendentes de nigerianos, responsáveis pelo projeto conhecido como Space Afrika, um grupo de Música Experimental e Música Ambiente, criaram uma atmosfera e ambientação totalmente complexa, bucólica e experimental com o seu segundo disso intitulado ‘Honest Labour’. Um trabalho que necessita de tempo para ir se desenvolvendo, e não entrega logo de cara sua contextualização e segredos, deixando o ouvinte instigado para resolver seus enigmas, enquanto viaja por uma sonoridade totalmente climática, cheia de efeitos que conduzem muito bem cada transição movida por desejos, paixões, amores e receios de um mundo que se perde em seu próprio caos.

O novo trabalho imprime muito bem diversas texturas que se misturam a batidas eletrônicas, ruídos, vozes repletas de efeitos que criam um som totalmente ambiente e psicodélico. O disco lembra em muitos momentos o icônico álbum ‘Kid A’ do Radiohead, com sons esquisitos e viajantes. Esse talvez seja o grande mistério por detrás da dupla, o som deles, muda a cada novo disco, estão sempre se reinventando e descobrindo novos elementos. No disco anterior ‘Somewhere Decent To Live’ de 2018, a atmosfera e sonoridade comporta-se mais urgente e nervosa. ‘Honest Labour’ parece absorver todos os sentimentos de anos pandêmicos e dilui-los em camadas enraizadas na orquestra experimental enlouquecedora que em muitas passagens faz o ouvinte se desorientar do espaço onde ele está.

Isso se acentua na faixa que abre o disco “YYYYYY2222” carregada de elementos viajantes e atmosféricos. A música parece ter sido extraída de um filme de ficção científica ou algo do tipo. “Lose You Beau” é outro achado interessante, cheia de experimentações e passagens que não seguem uma fórmula padrão.

O Space Afrika foge e quebra esses conceitos, a dupla não se importa nem um pouco em explorar sonoridades e seus próprios limites.

Embora em uma primeira audição, o disco pareça estranho e diferente, lentamente você vai compreendendo, descobrindo os samples, guitarras bem trabalhadas que atingem nossas emoções reacendendo nossos desejos perdidos mediante a um mundo banal e caótico. “Noise Sweet” é a passagem perfeita para o Hip Hop eletrônico que vem a seguir com “B£E” outra música que rima muito bem seus versos com as camadas eletrônicas e experimentais. “Girl Scout Cokies” é um Pop Ambiente cheio de efeitos que ganha sua configuração na voz de Bianca Scout. Uma música climática e nostálgica.

A dupla Inyang e Reid apresentam um trabalho ousado e dinâmico que pode ser sentido como um abraço distópico, perdido nas loucuras da nossa atual realidade. Ou até mesmo pode ser sobre aquele amor que idealizamos em uma pessoa e simplesmente gradualmente ele vai sumindo e deixando de existir. Nossa realidade cotidiana é outra bem diferente nesses dias tão iguais e azedos podemos dizer assim. Mas ‘Honest Labour’ não se joga apenas nesse abismo da solidão da alma, ele pode muito bem ser um disco Pop sonhador que caminha pelos estilhaços que refletem as lembranças de como era nossa vida bem antes disso tudo.

 

Ficha Técnica:

Artista: Space Afrika

Álbum: Honest Labour

Selo: Dais

Gênero: Música Ambiente e Experimental

Ouça: "YYYYYY2222", "Girl Scout Cokies" e "B£E"

Para quem gosta: Andy Stott e The Chemical Brothers


 

Ouça no Spotify:


 

Veja o clipe de "B£E" abaixo:


 

Sobre Marcello Almeida

É editor e criador do Teoria Cultural.

Pai da Gabriela, Técnico em Radiologia, flamenguista, amante de filmes de terror. Adora bandas como: Radiohead, Teenage Fanclub e Jesus And Mary Chain. Nas horas vagas, gosta de divagar histórias sobre: música, cinema e literatura. marce.almeidasilvaa@gmail.com


 






15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo